Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

15/05/2012 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Presos criminosos que clonavam cartões de crédito


A Polícia Miltar prendeu um bando de criminosos que clonava cartões de crédito em vários estados brasileiros. A quadrilha vinha sendo monitorada pelo Serviço Reservado da Polícia Militar há mais de dois meses. O próprio comandante de Policiamento Regional chefiava as investigações, que tinham como foco Nilson Jacome Costa, de 51 anos, e João Lima Furtado, de 62. As informações da polícia dão conta de que a dupla integra uma quadrilha que já atuava em, pelo menos, quatro estados da região Norte, na clonagem de cartões de crédito.

Imagens foram gravadas por policiais durante a operação que resultou na prisão dos dois homens. Foram vários dias de campana em que a polícia acompanhou os passos da dupla. Nilson Jacome é apontado como o chefe da quadrilha, que utilizava uma verdadeira parafernália eletrônica para fazer a clonagem dos cartões.

O equipamento era acoplado aos caixas eletrônicos para fazer a leitura dos dados do dono do cartão. Próximo aos terminais, era instalada uma minicâmera que gravava o momento da operação e a senha. Em seguida, com as informações em mãos, a quadrilha fazia a clonagem. João Lima Furtado seria o responsável por fazer os saques, e tudo acontecia sem levantar suspeitas.

Os dois homens foram autuados em flagrante por estelionato e formação de quadrilha. O delegado Antônio Carlos Corrêa da Silva, que preside o inquérito, descobriu outra informação que agrava a situação da dupla. Nilson já foi preso, este ano, em Porto Velho, Rondônia, pelo mesmo crime. Junto com ele foram presos, naquela ocasião, os maranhenses Fernando Rodrigues, 26, e Gilvan Araújo Aguiar, 27 anos.

Há informes de que as ações da quadrilha já renderam prejuízos de mais de R$ 600 mil a clientes de redes bancárias. Em Itaituba, eles ficavam hospedados em dois hotéis distintos, o que era utilizado como um subterfúgio para evitar suspeitas.

O coronel Josafá Borges, comandante de Policiamento Regional da PM, reforçou que Nilson e João Lima ainda são suspeitos de envolvimento no mesmo crime em pelo menos seis estados, e, segundo a polícia, eles podem fazer parte de uma quadrilha bem maior, que age no país inteiro.

Depois da prisão da dupla, a polícia continuou as investigações e chegou até Rosenildo da Silva Viana, de 36 anos, conhecido por “Caçula”, que, de acordo com a polícia, conduzia a dupla durante as operações criminosas. Ele foi detido e levado para a delegacia para prestar informações. Diante do delegado, “Caçula” negou qualquer envolvimento com o bando, e disse que está disposto a cooperar com as investigações.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 233 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal