Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

04/05/2012 - Gambare ! Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ceni é acusado de falsidade ideológica e se complica na Justiça

Goleiro do São Paulo é acusado de assinar um documento do Detran (Departamento de Trânsito) com informações falsas.


Considerado um dos maiores ídolos da história do São Paulo, o goleiro Rogério Ceni pode ser punido pela Justiça por crime de falsidade ideológica. O goleiro é acusado de assinar um documento do Detran (Departamento de Trânsito) de São Paulo com informações falsas, causando a perda de pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de outra condutora, identificada no processo como Olga de Carvalho Scola.

Em 2008, Rogério Ceni levou uma multa de trânsito com um veículo de uma empresa. Segundo a defesa do jogador, ele colocou a assinatura no campo reservado ao proprietário do carro – Ceni deveria ter assinado no campo do condutor.

Depois, o espaço destinado ao condutor teria sido preenchido pelo despachante Dorival Soares, que também é apontado como réu na ação, com os dados de Olga de Carvalho Scola

Apesar da defesa de Rogério Ceni alegar que tudo não passou de um mal-entendido e que o goleiro não conhece o despachante, o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) negou no último dia 4 de abril o pedido para de Habeas Corpus para trancar a ação.

Diante da decisão, o caso volta para a primeira instância. O camisa 1 vai responder na Justiça pela acusação de falsidade ideológica, crime previsto no artigo 299 do Código Penal, que prevê pena de reclusão de um a três anos. A condenação, porém, pode ser convertida em pena alternativa - como fornecimento de cestas básicas. No entanto, Gustavo Frances, advogado de Rogério Ceni, pretende arquivar o processo com outro pedido de Habeas Corpus no STJ (Superior Tribunal de Justiça).

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 90 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal