Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

26/04/2012 - Fatima News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Zé Teixeira denúncia golpe de extorsão em nome do Ibama em MS


O deputado estadual Zé Teixeira (DEM), da Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, está alertando aos produtores rurais para uma possível fraude que estaria sendo praticada por golpistas que se fazem passar por funcionários do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

“Uma pessoa que se identifica como funcionária do Ibama entra em contato com o produtor rural, por meio de um número não identificado, e avisa que um avião da fiscalização teria sobrevoado a fazenda dele e constatado irregularidades ambientais, conduzindo a conversa para uma possível extorsão onde o produtor teria que desembolsar dinheiro para não ser autuado”, explica Zé Teixeira.

De acordo com o deputado, essa modalidade de golpe contra o setor produtivo não é nova, mas agora os golpistas estão usando até o georreferenciamento como instrumento para tentar tirar dinheiro do produtor rural. “A orientação é para que o fazendeiro nem permita que a conversa seja levada adiante, mesmo porque a quase totalidade atua em respeito à legislação ambiental e não deve temer qualquer acusação sobre um possível crime ambiental”, enfatiza Zé Teixeira.

O mais sensato, segundo o deputado, é desligar o telefone e procurar o escritório do Ibama para verificar se existe algum processo administrativo em andamento ou se alguma denúncia está sendo apurada pelo órgão. “Tenho certeza que o Ibama não telefona para o produtor rural para tratar de questões ambientais, portanto, estamos diante de mais um golpe contra o setor produtivo rural que deve ser rechaçado pelas próprias autoridades federais, já que estão envolvendo uma autarquia ligada diretamente ao Ministério do Meio Ambiente”, argumenta.

Zé Teixeira revela que ele próprio recebeu uma chamada no telefone celular de alguém que se identificou como funcionário do Ibama e iniciou a conversa com o flagrante objetivo de levar alguma vantagem ilícita.

“Primeiro essa pessoa falou meu nome completo e, em seguida, citou o nome da minha propriedade rural”, conta. “Na sequência, inventou uma estória sobre um avião do Ibama que teria sobrevoado a fazenda e constatado que o gado estaria bebendo água diretamente na margem do rio, fator que teria gerado uma possível irregularidade ambiental”, completa Zé Teixeira.

Ele conta que deu corda ao interlocutor para ver até onde iria a conversa. “Em seguida, a pessoa disse que haveria outro jeito de impedir a multa e, nesse momento, informei que não teria cometido qualquer crime, mesmo porque na condição de deputado, no quinto mandato, teria mais que ninguém que respeitar a legislação ambiental”, relata Zé Teixeira. “Foi nesse momento, que a pessoa desligou o telefone e não voltou mais a fazer contato, ou seja, ficou claro que se tratava de mais um golpe contra o produtor rural”, finaliza o deputado.

Zé Teixeira finaliza avisando que levaria o caso às autoridades de Mato Grosso do Sul e que acionaria a Superintendência do Ibama no estado para relatar o ocorrido e cobrar investigações. “Penso que o Ibama tem, no mínimo, que se posicionar sobre essa situação, informando a sociedade sobre sua forma de atuação, sobretudo em relação a essa fiscalização fantasiosa que seria feita com emprego de avião”, finaliza Zé Teixeira.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 128 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal