Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

04/10/2007 - O Globo Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeita de fraude com jazigos afasta funcionários


SÃO PAULO - A Prefeitura de Jaboticabal, a 342 quilômetros da capital, afastou dois funcionários por suspeita de terem cometido fraude na venda de jazigos no Cemitério Municipal. O professor Ricardo Gestal conta que a sua tia, que morreu em junho, havia comprado um jazigo há 30 anos. Porém, na hora do enterro, os familiares tiveram uma surpresa: o túmulo já havia sido usado.

- Quando nós abrimos o jazigo havia uma lápide com restos de ossadas e com o nome de uma outra pessoa - afirma Gestal.

Até agora, a prefeitura abriu três processos administrativos para apurar a suposta venda de jazigos e afastou dois funcionários do cemitério. A investigação é sigilosa e deve apontar o responsável pelo esquema.

Um homem, que prefere não ser identificado, mostra um documento onde consta a aquisição do jazigo por R$ 500,00. Na cópia da concessão, o nome de outra pessoa revela a fraude.

- Na época, eu recebi uma pasta com uma guia de transferência para o meu nome. Mas o recibo da família, reconhecendo a venda, não foi mostrado - diz.

Na terça-feira, ossos foram encontrados dentro da capela do cemitério, reforçando a suspeita de venda ilegal de jazigo. O local agora está fechado para investigação da polícia. A assessora técnica do município, Ana Paula Reis, está há um mês na administração do cemitério e admite a possibilidade de fraude na venda de jazigos.

- Estamos pedindo que a população colabore com as investigações, indicando o local e o túmulo, para que o problema seja resolvido sem que haja surpresas desagradáveis - orienta.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 338 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal