Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

26/04/2012 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Clientes acusam dona de loja de estelionato

Por: Rodrigo Rainho

Dez pessoas causam confusão no Mercadão Campolim, para cobrar lojista que não cumpriu prazos de entrega.

Gritos, acusações e brigas atraíram curiosos e clientes do Mercadão Campolim, na zona sul.
Tudo começou com uma briga entre a comerciante Taciana Pedroso Leite Serafim, 37 anos, proprietária do Ateliê das Massinhas, e a empresária Maria Cristina Souza, 64, nesta quinta-feira (26), às 13h30. A cliente acusa a dona da loja de estelionato. “Fui cobrar uma dívida que ela não pagou. Ela ofereceu a impressora, achei pouco. Fui pegar uma cadeira, mas ela me empurrou”, acusa a consumidora. As duas trocaram empurrões e puxões de cabelo. A confusão atraiu outras clientes lesadas.

Segundo Maria Cristina, a comerciante oferece serviços para festas e casamentos (lembranças e objetos decorativos), mas não entrega os produtos há pelo menos dois meses. “A loja está fechada. Ela veio aqui para retirar o estoque”, afirma.

Sem charme/ Enquanto a reportagem conversava com as envolvidas na briga, outras mulheres acusam a comerciante, com dedo em riste.
A vendedora Jéssica Silva Machado, 23 anos, afirma que perdeu R$ 300. Ela encomendou sapinhos e outras lembranças para o seu casamento. “Fiquei sem nada”, lamenta. Estefani Telo está com o casamento marcado para sexta-feira, dia 5 de maio, mas ficou sem a decoração do bolo e as lembranças de convidados.

Daniela Basso, 34, surpreendeu Taciana na saída do estacionamento e revoltou-se. “Você não entregou as lembranças da festa da minha filha”, diz, com dedo em riste. Prejuízo de R$ 100.

A comerciante foi conduzida para o 8º distrito policial. “Todos os depoimentos serão colhidos”, informa cabo Roberto.

Associação de lojistas ameniza ocorrência

Segundo Sérgio Jurado, presidente da Associação do Mercado Campolim, Taciana Pedroso Leite Serafim estaria endividada com fornecedores e, por este motivo, não conseguiu cumprir prazos e serviços. “Pedi para a polícia resolver o caso o mais rápido possível”, diz. Preocupado, ele pediu para as mulheres, pelo menos dez reclamantes, fossem acertar as contas com a comerciante na delegacia.

10.000

reais, no mínimo, teria sido o prejuízo das clientes do Ateliê das Massinhas, segundo estimativa das mulheres que sofreram com os supostos golpes

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 397 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal