Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

24/04/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeitos de emitir falsos Boletins de Ocorrência são presos, no AM

Por: Marcos Dantas

Supostos falsificadores faturavam em média R$ 5 mil por mês, segundo PC. Algumas das lan houses que ofereciam o serviço sequer tinham internet.

Treze pessoas foram detidas suspeitas de fraudes na emissão de documentos públicos. De acordo com a Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), cinco lan houses localizadas na Rua Japurá e na Avenida Constantino Nery, no Centro, expediam Boletins de Ocorrência Eletrônicos (BOE) falsos. O documento só pode ser emitido por meio da delegacia interativa da Polícia Civil.

De acordo com testemunhas, os estabelecimentos emitiam o documento em 3 minutos, sendo que o BOE original leva de 15 a 20 minutos para ser aprovado e expedido pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). Além disso, era cobrado em média R$ 4 por cada documento. O serviço disponível no site da delegacia interativa é gratuito.

Além do BO, as lan houses cobravam também pela expedição de Certidão Negativa e recadastramento de passe estudantil para transporte público. A Polícia informou que em alguns dos estabelecimentos, não havia sequer ponto de internet. Em depoimento, um dos supostos falsificadores, afirmou faturar em média R$ 5 mil por mês, o que, segundo a Polícia, motivava outras pessoas a aderir ao negócio.

No total, três pessoas foram presas em flagrante e dez pessoas indiciadas, pelos crimes de falsificação de documento público, falsidade ideológica, usurpação de função pública e formação de quadrilha. Os cartazes que ofereciam os serviços, assim como computadores, impressoras, e documentos falsos foram apreendidos.

Segundo o titular da Delegacia Interativa, Irineu Brandão, a emissão de boletim de ocorrência pode ser feita gratuitamente através do site da Delegacia Interativa da Polícia Civil, ou nos postos de atendimentos dos PAC’s, Lan Houses credenciadas ou até mesmo em casa, se o cidadão tiver acesso à internet.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 275 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal