Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

21/04/2012 - Rondônia Dinâmica Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ji-paraná: Corregedoria descobre Habilitação falsificadas

Ele é acusado dos crimes de corrupção ativa, falsificação de documento público e estelionato.

A abordagem de Juvenal Darme Roque no dia sete de fevereiro passado com uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH), conseguida de forma fraudulenta na cidade de Comodoro (MT), levou a Corregedoria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RO) a descobrir dezenas de pessoas que haviam conseguido o documento da mesma maneira. O principal acusado de articular a fraude é o funcionário público da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Valdir Alves Pereira, mais conhecido por “Valdir Preto” que também foi detido e liberado para responder o crime em liberdade. Ele é acusado dos crimes de corrupção ativa, falsificação de documento público e estelionato.

Ao tomar conhecimento do fato, a Corregedoria do Detran/R0, através de uma comissão de sindicância iniciou o trabalho mãos aprofundado para tentar descobrir outras pessoas que teriam sido, supostamente, vítimas de “Valdir Preto”. A investigação aponta que era o acusado que transportava pessoas de Pimenta Bueno para a cidade de Comodoro (MT) para serem submetidos a exames de Careteira Nacional de Habilitação (CNH) de forma fraudulenta.

De acordo com a corregedora adjunta do Detran/RO, Luzia Negrão com a abordagem de Juvenal Darme Roque portando a CNH falsificada, se chegou a pessoa de Valdir Alves Pereira, Era ele quem transportava as pessoas, muitas delas sem qualquer instrução, sem saber ler ou escrever, moradoras de Pimenta Bueno para Comodoro (MT), com objetivo de obter a CNH de forma fraudulenta. Outras pessoas beneficiadas com a fraude tinham boa qualificação profissional, algumas, até com o curso superior.

Os interessados de obter o documento “facilitado” chegavam a Comodoro, e eram levados, para um determinado Centro de Formação de Condutores (CFC) onde as mesmas apenas assinavam as provas de presença das aulas teóricas, e posteriormente, retornava para proceder da mesma forma as aulas práticas. Á media de interessados convencidos em aceitar a proposta, por viagem ficava entre 15 e 20 pessoas. “Valdir Preto” estaria praticando a fraude há mais de 10 anos.

A corregedora também informou que na casa de “Valdir Preto” foram localizados diversos documentos comprometedores e Carteiras de Habilitação. “A fraude começou a ser investigada, através de uma denuncia anônima”, disse Luzia Negrão.

INQUERITOS.

Ainda de acordo com a comissão de sindicância da Corregedoria do Detran/RO, mais de 20 pessoas já foram ouvidas, algumas deles em Pimenta Bueno, Cacoal, Ariquemes, Rolim de Moura e até Porto Velho. Documentos e diversas CNH’s, também foram apreendidos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 311 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal