Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

20/04/2012 - R7 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

A dez dias do fim do prazo para entregar IR 2012, Receita acha fraudes em 158 mil declarações

Fisco deve convocar mais 200 mil contribuintes para explicar situação fiscal em 2012.

Ainda restam dez dias para o contribuinte entregar a declaração do Imposto de Renda de Pessoa Física deste ano, mas a Receita Federal já encontrou e convocou 158 mil brasileiros para prestar esclarecimentos. Essas pessoas são suspeitas de tentar fraudar o Fisco e, assim, deixar de pagar imposto.

O balanço parcial traz os processos de investigação iniciados até o último domingo (15). De acordo com a Receita, pelo menos outras 200 mil declarações de pessoas físicas serão investigadas porque possuem indícios de fraude.

No ano passado, 385,1 mil pessoas físicas foram investigadas pelo Leão e tiveram que pagar R$ 5,8 bilhões entre o imposto, a multa e os juros.

A maioria deles caiu na malha fina (346 mil) e as atividades econômicas mais fiscalizadas foram as de donos e dirigentes de empresas, autônomos, profissionais técnicos, funcionários públicos, aposentados e profissionais liberais.

As principais fraudes encontradas pela inteligência da Receita Federal foram os pagamentos a médicos no exterior, pagamentos de pensão alimentícia e pagamentos para previdência privada.

As operações da Receita no Maranhão, Paraná (operação Ferrugem) e Distrito Federal (Marcação Cerrada) também foram fundamentais para encontrar irregularidades.

Só no primeiro dia de entrega da declaração do IR 2012, 14,7 mil documentos continham indícios de fraude. Essas declarações pertenciam a 6.500 contribuintes, que tentaram “no dia 1º de março de 2012 fraudar os controles da Receita Federal”, segundo o Leão.

Até a última quinta-feira (19), 148,6 mil declarações de pessoas físicas foram bloqueadas por suspeita de fraude. Esse montante representa 1,33% do total enviado até o meio-dia de ontem, ou 11,1 milhões de documentos.

Os documentos dos contribuintes que tiveram o IR bloqueado será cruzado com as declarações apresentadas em anos anteriores. O montante sonegado será exigido com multa mínima de 150%, mas pode chegar até 225% do imposto. Nesses casos, esses contribuintes serão representados para responder ação criminal.

A pena para quem tenta enganar a Receita Federal é de dois a cinco anos de prisão, fora a multa.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 245 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal