Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/04/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpes por torpedos falsos fazem mais vítimas na região de Sorocaba

Mensagens pedem que a pessoa recarregue o celular para pegar o prêmio. Polícia orienta a nunca retornar para o número indicado.

Uma notícia boa todo mundo quer. E muita gente recebe torpedos falsos de promoções com prêmios em dinheiro, semelhantes aos divulgados pela TV. O problema é que na maioria das vezes são golpes aplicados por estelionatários. Na região de Sorocaba (SP) esse crime está cada vez mais frequente, como mostra a reportagem do Tem Notícias.

O golpe funciona da seguinte maneira. A vítima recebe torpedos pelo celular. A mensagem diz que ganhou ela algum prêmio, mas para recebê-lo precisa comprar créditos para o aparelho.

O dono de uma banca de jornal de Salto de Pirapora (SP) conta que frequentemente aparecem pessoas que querem comprar créditos de celular para poder receber os tais prêmios.

Em uma farmácia também da cidade, uma atendente revela que lá não é diferente. É comum pessoas chegarem com o mesmo intuito. O alerta para as vítimas nem sempre ajuda. O caso mais recente, felizmente, foi impedido. Uma mulher contou que em uma ligação a cobrar, o golpista sabia até o nome do filho dela. Foi difícil convencê-la de que ela estava sendo enganada.

Para dar mais realidade ao golpe, além de deixar as vitimas em espera, como qualquer serviço de telemarketing, os criminosos criam senhas e fornecem protocolos.

Em casos mais graves, os criminosos ligam para alguém dizendo que algum parente foi sequetrado. Desesperada, a pessoa transfere dinheiro para conta dos golpistas.

Orientação da PM

A polícia orienta para as vítimas não respondam aos torpedos recebidos. Também não se deve enviar créditos de celular que geralmente são usados por presos para se comunicar dentro das penitenciárias.

Se a ligação for de ameaça de sequestro de algum parente, a recomendação é tente antes fazer contato com a suposta vítima para verificar se não se trata de um golpe e acionar a PM.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal