Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

18/04/2012 - Bonde News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeitos tentavam vender terreno com documentos falsos


Policiais da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC) prenderam, na terça-feira (17), em Curitiba, Marcos Lopes Chaves, 32 anos, e Emerson Aliski Lemos, 37, suspeitos de tentar vender um terreno em Guaratuba, no litoral do Estado, com documentação falsificada.

De acordo com as investigações, os suspeitos anunciavam a venda de imóveis em jornais. Quando pessoas interessadas na compra entravam em contato, eles afirmavam ser os representantes da proprietária e apresentavam procuração e documentos falsos. No momento da visita ao terreno, Marcos e Emerson pediam um valor como sinal para garantir a venda do imóvel, sendo o restante depositado em conta corrente.

A abordagem em Emerson foi efetuada em um terreno no bairro Parolin, em Curitiba. Ele tinha combinado de encontrar outra vítima do golpe no local e estava com uma procuração falsa em nome da proprietária do terreno em mãos. Pouco tempo depois, em um supermercado no bairro Hauer, os policiais prenderam Marcos, que também estava com documentos falsos e aguardava Emerson para repartir o dinheiro do golpe.

De acordo com o delegado-titular da DEDC Cassiano Aufiero, os suspeitos já conseguiram lucrar com o golpe. "Eles já haviam recebido R$ 5 mil da vítima e estavam para conseguir mais R$ 40 mil", afirmou o delegado.

Marcos e Emerson foram indiciados por estelionato, falsidade documental e uso de documento falso e encaminhados ao Setor de Carceragem Temporária da DEDC, onde aguardam decisão da Justiça.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 153 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal