Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/10/2007 - O Diário de Teresópolis Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Informações sobre a identidade civil na rede

Por: Yara Aquino


Informações sobre a identidade civil da população passam a fazer parte da Rede de Integração Nacional de Informações de Segurança Pública, Justiça e Fiscalização (Infoseg), do Ministério da Justiça. Assim, se uma pessoa abordada pela polícia tiver mais de um documento de identidade será possível descobrir o crime com uma consulta à Rede Infoseg. “Estamos tratando de 250 mil brasileiros identificados civilmente”, destaca o coordenador nacional da Rede Infoseg, Odécio Rodrigues. O primeiro estado a se integrar ao sistema e ter acesso aos dados é o Rio de Janeiro.

O Infoseg é um banco de dados integrado que recebe informações das polícias federal, estaduais e municipais dos 26 estados e do Distrito Federal. São informações como inquéritos, processos, registro de veículos roubados, mandados de prisão e carteira de motorista. O sistema está integrado também à Receita Federal, o que irá permitir consultas de Cadastro de Pessoa Física (CPF) e sobre a constituição de empresas em todo o território nacional.

Odécio Rodrigues explica que o Infoseg é uma ferramenta de auxílio no combate à criminalidade. “Aqui em Brasília, há poucos meses, um cidadão foi registrar uma ocorrência em uma delegacia de polícia, e ao ser consultado descobriu-se que ele era procurado pela polícia de São Paulo e ficou preso imediatamente”.

Atualmente, mais de 90 mil usuários estão cadastrados para acessar e as consultas diárias chegam a atingir picos de 130 mil, de acordo com o Ministério da Justiça. Ontem, durante a abertura do 2º Encontro Nacional da Rede Infoseg, foi lançado um novo portal para o sistema. A intenção é garantir mais segurança aos usuários com o uso de um teclado virtual.

Ao discursar na abertura do evento, o ministro da Justiça, Tarso Genro, apontou a integração entre os órgãos federais, estaduais e municipais como um paradigma para a segurança pública brasileira: “Tenho convicção de que hoje todo os governadores, prefeitos, dirigentes políticos aprenderam que estamos tratando a segurança pública como a educação, fora do calendário eleitoral, fora do contencioso entre os partidos, mas a partir de uma visão de Estado, de repartição de responsabilidades, buscando a constituição de um novo paradigma de segurança pública para o nosso país”.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 383 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal