Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/10/2007 - A Notícia - TO Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Clonagem de cartões em Gurupi

Por: Leila Novais


A imprensa tentou de todas as formas, junto à PF, obter informações sobre os hackers que andam fazendo clonagens na região. O que se sabe é que já foram presas várias pessoas em cidades do Tocantins e em outros Estados.
A Policia Federal não passa maiores informações sobre o caso para imprensa, porque segundo a PF o processo corre em segredo de justiça até o fim da investigação. O Banco do Brasil cancelou os cartões dos clientes para tentar solucionar o problema, porém a funcionária Isabella Santa Cruz Melo do Núcleo de Comunicação do Banco do Brasil, em Palmas, repassou as seguintes informações: "... verifiquei que a operação da Polícia Federal ocorreu em oito estados no Brasil. Foram 6.000 cartões clonados, em todo o país, e de todos os bancos.
O Banco do Brasil não divulga seus números. Maiores informações devem ser solicitadas à PF." Ressaltou Isabella.
Segundo Zenaide Dias da Costa, uma das clientes do Banco do Brasil, em seu depoimento disse: "Eu soube que meu cartão havia sido clonado por acaso, levei um susto danado, mas tive sorte porque não conseguiram roubar nada. Mesmo assim me pergunto, hoje clonaram um cartão, e amanhã, vão clonar o que? Vão roubar o que? E a nossa segurança, como fica?" Finalizou.
Nota-se que qualquer cliente de banco está sujeito a esse tipo de crime, visto que ainda não há uma ação preventiva, que assegure ao cliente uma posição na hora de decidir onde investir ou movimentar um dinheiro.
Os Bancos HSBC, Bradesco e ITAÚ passaram a informação que não tiveram nem uma denuncia ou reclamação de seus clientes a respeito de clonagem de cartões e os bancos só ficam sabendo desse tipo de crime se o cliente fizer uma reclamação oficial.
Segundo a Gerente de núcleo do PROCON Gilene Pereira de Moraes da Silva, as primeira atitudes a serem tomadas pelo consumidor e´; quando ele constatar que seu cartão foi clonado, ir até a delegacia e fazer um boletim de ocorrência, constando a data que ele verificou que haveria essa clonagem e de imediato procurar o gerente do banco". Disse Gilene Os bancos mandam correspondências para cobrar qualquer atrazo dos clientes mas não usam da mesma eficiência para avisarem sobre as clonagens ocorridas em suas agências.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 375 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal