Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

11/04/2012 - Correio da Manhã Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Dentista monta burla milionária à Polícia

Por: Henrique Machado e Miguel Curado

Margem Sul: Esquema lesou durante anos os serviços de assistência da PSP

Polícias e familiares directos, para qualquer problema de saúde dentária, desde há largos anos que tinham como referência o médico José Pedro Casimiro, ao serviço numa clínica na Amora, Seixal. Só que este, com ou sem conivência dos primeiros – é o que agora falta à PJ apurar – terá burlado os Serviços de Assistência na Doença da PSP em largos milhares, com falsos tratamentos aos agentes e familiares.

O dentista facturava, acredita a PJ, o dinheiro das comparticipações da Polícia por consultas e complexas e dispendiosas intervenções aos pacientes que nunca existiram. Resta à investigação saber se os agentes e familiares cujos nomes foram usados na burla, durante anos a fio, estavam por dentro do esquema do médico ou se este tinha tudo engendrado à revelia dos falsos utentes, retirando sozinho os dividendos.

O valor total da burla e o número de envolvidos – o universo é de 200 polícias na Divisão do Seixal da PSP – estão a ser apurados, sendo para já o médico, que ontem não quis comentar o caso ao CM, único arguido no caso.

CHEFIAS DA PSP COLABORAM COM INVESTIGAÇÃO

A Direcção Nacional da PSP está a colaborar com a investigação da Judiciária de Setúbal, apurou o CM, no sentido de apurar o real valor em que os seus serviços foram lesados e se há elementos da própria Polícia coniventes com o esquema de burlas em série. A investigação passará agora por ouvir todos os envolvidos ao longo de vários anos – agentes da PSP e familiares directos (cônjuges e filhos), sendo que estes últimos são poucos, uma vez que há alguns anos lhes foi retirado o direito aos Serviços de Assistência na Doença da PSP. A PJ quer saber que tratamentos dentários fizeram e se são cúmplices do esquema ou se o seu nome foi usado de forma abusiva. Na divisão da PSP do Seixal, há cerca de 200 polícias divididos pelas seis esquadras locais.

EXCESSO DE DESPESAS COM OS MESMOS UTENTES

A denúncia terá partido dos próprios Serviços de Assistência na Doença da PSP, face às suspeitas de irregularidades encontradas nas contas astronómicas a pagar ao médico do Seixal – sucessivos tratamentos dentários em nome das mesmas pessoas, agentes da PSP ou familiares. O caso chegou à Judiciária de Setúbal, que consultou nos serviços da PSP toda a documentação respeitante às dívidas reclamadas por José Pedro Casimiro – e encontrou indícios claros de crime, consolidados recentemente na operação de buscas realizadas à clínica Implante Médico na Amora, Seixal. O dentista foi constituído arguido e aguarda o desenrolar da investigação em liberdade.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 559 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal