Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

05/04/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Saresp: envolvidos em possível fraude irão prestar depoimentos

Segundo o MP, alunos devem prestar esclarecimentos na próxima semana. Estudantes garantem ter recebido ajuda de professora para realizar exame.

Os alunos, pais e professores da Escola Estadual Reverendo Augusto da Silva Dourado, de Sorocaba (SP), devem prestar depoimento na próxima semana para relatar a possível fraude na aplicação do Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) de 2012. A informação foi dada ao G1, pelo Promotor da Vara da Infância e Juventude, Antônio Farto Neto, nesta quinta-feira (05).

Os depoimentos devem compor a investigação do Ministério Público. A suspeita é que a escola tenha fraudado o resultado do exame para receber uma bonificação em dinheiro que a Secretaria da Educação destina aos professores das instituições de ensino mais bem avaliadas no Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação Estadual).

Alguns alunos garantiram ter recebido a ajuda de uma professora durante a realização do teste. Os 27 estudantes do 5° ano do ensino fundamental da escola Reverendo Augusto da Silva Dourado, que fizeram a prova tiraram a nota máxima em matemática e, numa escala de zero a dez em língua portuguesa, a média foi superior a nove.

Por meio de uma nota, a Secretaria de Educação afirmou que o exame foi aplicado por professores de outras unidades de ensino, cujo nome não foi divulgado, e que havia fiscais presentes na sala de aula. Além deles, diz a nota, pais voluntários também faziam a supervisão dos exames, e que eles não relataram nenhuma irregularidade.

Apesar disso, a secretaria afirma que, “em face das manifestações de alunos e seus pais veiculadas pela imprensa, a Pasta decidiu instaurar uma apuração preliminar sobre o assunto” e que os responsáveis serão punidos se as irregularidades forem comprovadas.

O promotor disse ainda que enviou uma cópia do pedido para a Promotoria Criminal, para que a professora suspeita de ajudar os alunos seja investigada. Se for constatada a fraude, o responsável ou os responsáveis podem responder por estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 112 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal