Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

06/04/2012 - Jornal A Região Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Esquema de Roberto Carlos é comum


A "Operação Detalhes", que a Polícia Federal deflagrou para investigar o corregedor da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), Roberto Carlos (PDT), deixou muitos deputados preocupados com o próprio futuro.

Apesar de Roberto Carlos ser acusado de manter oito funcionários fantasmas, formação de quadrilha, peculato, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro, nenhum colega se animou a comentar, talvez porque a prática seja comum.

Segundo servidores da Alba, quase todos os deputados baianos mantém assessores que nunca apareceram para trabalhar. "Se todo mundo aparecer, vamos precisar de mais dois prédios desses," comenta.

A lista dos fantasmas, segundo o site Bahia Notícias, inclui cerca de 100 ex-prefeitos e um acordo para dividir a verba extra que os deputados recebem ao fazer parte de comissão, ser líder ou vice-líder de bancada.

Cada um recebe entre R$ 20 mil e R$ 29 mil e a curiosidade é que, dos 63 deputados, nada menos que 55 conseguiram a verba, através de uma extensa listagem de vice-líderes, principalmente.

Só na vice-liderança do governo existem oito deputados.

Os únicos que não estão na lista para receber o extra são Ângelo Coronel, Capitão Tadeu, Deraldo Damasceno, Joacy Dourado, Maria Del Carmen, Maria Luiza Barradas, Roberto Carlos e Rosemberg Pinto.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 109 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal