Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

06/04/2012 - TechTudo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Hacker rouba oito milhões de dados pessoais por 'desafio intelectual'

Por: Thiago Barros


Edward Pearson, hacker britânico que adquiriu oito milhões de dados pessoais na Internet, foi condenado a dois anos e meio de prisão em York, na Inglaterra. O criminoso usou um cavalo de troia para invadir computadores e fazer o download de informações sobre cartões de crédito, endereços, nomes e datas de nascimento de mais de oito milhões de britânicos. Segundo informações do jornal Daily Mail, a fraude poderia ter gerado um total de £ 800 mil, cerca de R$ 2,4 milhões.

Um dos programas utilizados pelo hacker copiou 200 mil contas registradas no serviço de pagamentos online PayPal. Considerado “extremamente inteligente”, Pearson admitiu ter cometido o crime. Sua motivação? “Um desafio intelectual”. O rapaz foi detido após seu nickname, G-Zero, ser rastreado por autoridades, que logo conseguiram recuperar dados de 8.110.474 pessoas que acabaram caindo no golpe.

A namorada do rapaz, Cassandra Mennim, também foi detida após usar dados de um dos cartões de crédito roubados para se hospedar em um hotel de luxo. Pearson também teria invadido sistemas da Nokia e da AOL para conseguir informações dos empregados destas empresas. No julgamento, seu advogado tentou alegar que o hacker não utilizou o seu conhecimento para enriquecer ou fraudar dados das pessoas, porém o argumento não foi o bastante.

Pearson acabou sendo condenado a passar dois anos e meio na prisão por conta de “fraudes sofisticadas e planejadas”. Uma curiosidade: segundo a polícia, se todos os dados que foram roubados pelo hacker fossem imprimidos em folhas de papel no tamanho A4, seriam necessárias 67.500 delas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 121 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal