Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

02/10/2007 - Gazeta do Sul Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Golpistas falsificam cheques

Por: Ricardo Düren


Cheques repassados em Santa Cruz do Sul estão indo parar nas mãos de falsificadores, que os utilizam como matrizes na fabricação de cópias. Conforme se apurou, os criminosos resgatam folhas emitidas junto a estabelecimentos comerciais, fingindo serem pessoas ligadas aos correntistas. Depois, reproduzem os originais, acrescentando valores bem maiores.

De acordo com o delegado Luciano Menezes, da 1ª DP, desde a semana retrasada chegaram à Polícia Civil pelo menos seis comunicações de ocorrências relativas à ação dos falsificadores. As vítimas descobrem o golpe ao notarem, no extrato bancário, a compensação de cheques com valores superiores aos preenchidos. Ao procurar os estabelecimentos onde emitiram os cheques, os correntistas descobrem que eles teriam sido resgatados.

“Os criminosos chegam à loja afirmando serem familiares das vítimas e pedindo para trocar os cheques por dinheiro, geralmente argumentando que houve engano de cálculo e que na conta já não haveria fundos. É como se comprassem os cheques originais, enganando também os comerciantes”, explica Menezes. Segundo ele, a polícia investiga como os golpistas descobrem onde cada vítima emitiu seus cheques.

A CÓPIA

Para não gerar desconfiança, os criminosos chegam a rasgar os cheques, na frente dos comerciantes. No entanto, guardam as duas partes rasgadas, para utilizá-las como matriz. A suspeita é que os golpistas tenham tecnologia capaz de copiar o entorno dos papéis, como os dados e a assinatura do correntista. Já os valores assinalados nos falsos são outros. “Geralmente eles pegam cheques de até R$ 80,00 e criam cópias de R$ 1,6 mil a R$ 1,9 mil”, informa o delegado.

A falsificação seria perfeita a ponto de não gerar desconfiança nas agências. A polícia requisitou as falsificações junto aos bancos, para encaminhá-las a perícia. Menezes alerta o comércio a não restituir cheques a estranhos. “Pedimos que isto só ocorra quando o autor da solicitação for o próprio correntista.”

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 426 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal