Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

29/03/2012 - Tribuna do Norte Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal acusado de golpe responderá em liberdade


Os empresários Maria Noélia Pereira e Walter Pereira da Silva, presos sob acusação de aplicarem golpes em 65 pessoas que compraram pacotes de turismo na agência Atlantatur, vão responder ao processo em liberdade. A decisão ocorreu na noite desta quarta-feira (28), depois dos depoimentos durante a audiência de instrução. Ambos são acusados por estelionato.

Em 2007, o casal proprietário da agência Atlantatur foi indiciado pela Polícia Civil por estelionato após diversas denúncias de pessoas que compraram pacotes de viagens e não receberam o serviço. A Justiça expediu no mesmo ano mandados de prisão contra ambos, o que motivou a fuga para Portugal. Eles permaneceram na Europa até março deste ano, quando resolveram se entregar à Justiça. Os dois, porém, negam a prática de estelionato.

A acusação indica que o casal vendeu pacotes de viagens no valor total de R$ 814 mil, a grupos de religiosos e juízes, mas que os serviços, apesar do pagamento, não foram prestados. Ao todo, 65 pessoas foram lesadas e denunciaram o casal. Porém, Maria Noélia e Walter Pereira afirmam que não houve a intenção de não prestar os serviços e que foi o descontrole financeiro da empresa que impediu que os serviços fossem prestados.

O advogado do casal, Marcos Braga, explicou que a solicitação para a soltura do casal foi concedida porque o juiz Ivanaldo Bezerra, da 8ª Vara Criminal, recebeu do casal o compromisso de comparecerem a todas as audiências e não deixarem o país. Os dois, inclusive, entregaram os passaportes e garantiram que vão participar de todos os atos do processo.

Na audiência de instrução foram ouvidas testemunhas de defesa e acusação, inclusive três juízes que compraram os pacotes e não chegaram a viajar. os réus, no entanto, ainda não têm data para serem ouvidos pelo juiz Ivanaldo Bezerra. Até o momento, só está agendada mais uma audiência, dia 18 de abril, onde somente testemunhas serão ouvidas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 162 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal