Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/03/2012 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário é preso após tentar aplicar golpe

Vítimas eram descendentes de japoneses; homem dava golpes há 30 anos e tem 24 metros de ficha criminal.

O domínio da língua japonesa foi a arma utilizada por Nivaldo de Souza Andrade, 50 anos, para aplicar golpes de estelionato pelo período de 30 anos. Nesta segunda-feira (26), ele foi preso na zona norte de Sorocaba depois que uma vítima desconfiou e avisou a polícia.

Apresentado na manhã desta terça-feira (27) na DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Sorocaba, o delegado Acácio Aparecido Leite contou que o acusado agia sempre da mesma maneira. O golpe mais recente serve como exemplo. Na sexta-feira, um nissei de 63 anos, que mora na cidade e tem um irmão no Japão, recebeu uma ligação de Nivaldo. Nela, o acusado dizia que o parente do nissei tinha sofrido um acidente e precisava de R$ 32 mil para pagar as dívidas e voltar ao Brasil.

A vítima levantou R$ 6 mil e prometeu dar o restante na segunda-feira, juntamente com roupas e remédios.

Foi aí que o nissei desconfiou do golpe e chamou a polícia, que armou o cerco. Quando um taxista apareceu para buscar o dinheiro, foi abordado pelos policiais e contou ter sido contratado apenas para pegar uma encomenda que entregaria na avenida Ipanema.

A polícia, então, foi ao endereço indicado e encontrou o golpista esperando a chegada do envelope com o dinheiro. O taxista e a vítima reconheceram o homem e ele foi autuado em flagrante por estelionato.

Na delegacia, descobriu-se que a ficha criminal de Nivaldo tem 24 metros de extensão.

Segundo o delegado Acácio Leite, os golpes foram aplicados em todo o estado. “Nivaldo conhece bem o pensamento da colônia japonesa, por isso consegue se aproximar das vítimas”, conta. “Agora que ele foi preso, muitas pessoas devem reconhecê-lo.”

Ainda conforme o delegado, para enganar as vítimas, Nivaldo se passava por funcionários da embaixada, delegado da Polícia Federal, representantes de bancos, entre outras.

O estelionatário foi levado ao Centro de Detenção Provisória de Sorocaba.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 423 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal