Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

27/03/2012 - Midiamax Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Segurança é flagrado por Corregedoria com documento falso da Polícia Federal

Por: Diego Alves


O segurança Edson Barretos Olívio de 32 anos foi detido pela corregedoria da Polícia Militar na manhã desta terça-feira (27), por falsidade ideológica. Com ele foi encontrado uma funcional falsa da Polícia Federal.

Ele foi abordado em seu trabalho numa agência bancária que fica em um supermercado na Capital.

A corregedoria da PM começou a investigar o caso após denúncias de que uma pessoa estaria utilizando uma funcional da polícia para não ser barrado em blitz da Ciptran (Companhia Independente de Polícia de Trânsito).

Edson possui uma moto Yamaha Fazer 250, preta sem placa, que de acordo com a polícia também existe a suspeita da mesma ter sido utilizada em coberturas a roubos de conveniências e postos de combustíveis.

Olívio conta que pagou R$ 30 para um homem que ele não conhece. “Teve uma pessoa que me ofereceu uma carteirinha de meia entrada, para entrar em clube”.

Após isso o segurança disse que colocou o documento falso dentro da carteira e a esqueceu lá, “eu não uso muito a minha carteira, geralmente quando preciso do RG e CPF eu sei de cabeça”, conta. Sobre a moto sem placa, Edson conta que não a emplacou por não ter dinheiro.

“Eu entrei numa crise financeira, uso ela mais para sair com a minha namorada e para trabalhar de vez em quando”.

Perguntado sobre a possibilidade da motocicleta ter sido utilizada em roubos, ele responde que “jamais, nunca emprestaria para assaltos, trabalho há 7 anos com segurança, tenho minha ficha limpa, todo mundo me conhece, e outra coisa, estou aqui para colaborar com a polícia”.

A Corregedoria da PM e Polícia Civil tentarão localizar o estelionatário que está fazendo as funcionais falsas que não é feitas em papel moeda. O segurança responderá por falsidade ideológica.

A polícia acha fundamental essa localização já que no último dia 15 de fevereiro, Marcos Sobreira Gomes de 44 anos foi preso por se passar por policial civil e extorquir comerciantes.

Com ele foram encontrados colete à prova de balas, distintivo e carteira funcional. Marcos trabalhava como segurança na Igreja Perpétuo Socorro em Campo Grande. Na casa dele foram encontrado R$ 2,5 mil em dinheiro e ordens de emissão falsa da polícia usada na extorsão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 302 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal