Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

26/03/2012 - MSN / Agência Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Indícios de fraude em cidade digital na Paraíba envolvem ministro das Cidades

Por: Flávia D'Angelo


Indícios de fraude foram encontrados em um projeto criado e monitorado na época de sua criação pelo atual ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro (PP). Anunciado em 2010, o projeto Jampa Digital prometia transformar João Pessoa, na Paraíba, em uma cidade digital com a oferta de internet gratuita e sem fio a todos os moradores da cidade, além de ter escolas informatizadas e monitoramento por câmeras IP em todo o perímetro urbano. Segundo reportagem do Fantástico, mesmo tendo ocorrido as licitações e compra dos equipamentos em tempo recorde, não é fácil conectar a internet na cidade.

Nesta segunda-feira, 26, o Ministério Público da Paraíba confirmou o recebimento de um pedido de apuração por parte do Ministério das Cidades.

O projeto Jampa Digital foi idealizado e lançado por Aguinaldo Ribeiro quando era secretário de Ciência e Tecnologia de João Pessoa. O contrato da empresa com a Prefeitura de João Pessoa foi assinado pelo antecessor de Ribeiro na secretaria municipal. Dez dias depois da inauguração, Ribeiro deixou a secretaria para entrar na campanha que o elegeria deputado federal.

Entre as irregularidades, a principal encontrada foi a compra de equipamento por preço muito acima do praticado pelo mercado. Como exemplo, a reportagem mostrou uma licitação em que câmeras foram oferecidas por aproximadamente R$ 30 mil cada, enquanto que em outra licitação para o Tribunal Regional do Trabalho no Rio Grande do Norte, o mesmo modelo de câmera custava cerca de R$ 10 mil. A empresa responsável pela implantação, instalação e manutenção do projeto era a Ideia Digital Sistemas.

Relatório de inteligência financeira com informações oferecidas pelos bancos apontou movimentações atípicas na conta de Ribeiro entre 2006 e 2010. O documento foi enviado a procuradores da Polícia Federal. Segundo a assessoria do ministro, ele não liberou nenhum recurso ao projeto e, quando assumiu a secretaria municipal, a licitação e a contratação para o Jampa Digital já haviam sido concluídas.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 107 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal