Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

23/03/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Suspeitos de estelionato são detidos pela PM em Carmo do Paranaíba, MG

Por: Felipe Santos

Polícia localizou maquinário agrícola, armas, dinheiro e cheques. Suspeitos foram liberados após depoimento por não haver provas.

Suspeitos de aplicar golpes na região Norte de Minas Gerais foram detidos pela Polícia Militar (PM) nesta quinta-feira (22), em Carmo do Paranaíba, no Alto Paranaíba. Mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela PM no município de Tiros e em Carmo do Paranaíba. Os suspeitos detidos foram liberados por não haver provas sobre o envolvimento deles nos crimes de estelionato. Outra pessoa foi presa por posse ilegal de arma e liberada após pagar fiança.

Segundo a PM, os estelionatários usavam o documento de terceiros para comprar equipamentos agrícolas. Eles pagavam apenas as primeiras parcelas e deixava a para outra pessoa. Os suspeitos foram para Carmo do Paranaíba com maquinários agrícolas e já estavam sendo acompanhados pelo Poder Judiciário. Ainda de acordo com a PM, a quadrilha deixou um prejuízo estimando em R$ 2 milhões.

A PM encontrou R$ 237.874 em dinheiro, R$ 36.680 em cheques de bancos diversos, uma cédula de U$ 20 e notas promissórias preenchidas no nome de várias pessoas, num total de R$ 271.133. Além disso, segundo a Polícia Militar, uma espingarda e um revólver calibre 38 foram encontrados durante as buscas.

O material estava guardado no armário de um quarto, em um cofre na dispensa da cozinha, dentro de potes e de duas bolsas de couro. A suspeita da polícia é de que o material apreendido tenha relação com golpes realizados por uma quadrilha de estelionatários que agiram em diversas empresas em Montes Claros.

Segundo o delegado da Polícia Civil de Carmo do Paranaíba, Vander Diógenes de Souza, os suspeitos de estelionato foram levados para a delegacia, mas não ficaram presos. “Existiam indícios, mas não se sabe se realmente participaram desta quadrilha”, afirmou. Sem provas, os envolvidos detidos com o dinheiro foram ouvidos e liberados.

Uma pessoa foi encaminhada à delegacia de plantão de Patos de Minas, no Alto Paranaíba, suspeito de posse ilegal de armas. Após pagar fiança arbitrada no valor de R$ 3.110, ela foi liberada.

Investigação

O delegado de Carmo do Paranaíba afirmou que foi instaurado um inquérito para apurar a procedência do dinheiro e dos documentos encontrados no cumprimento dos mandados. “A suspeita é de que o material encontrado seja produto de agiotagem”, explicou. A possível ligação com a quadrilha que atuou no Norte de Minas será investigada pela Polícia Civil de Montes Claros.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 225 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal