Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

21/03/2012 - Comunidade News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga quem tirou visto com documentos falsos

Agência de turismo de Curitiba, PR, falsificava documentos para obtenção de visto.

Uma mulher de 36 anos foi presa no consulado americano de São Paulo, no dia 13, suspeita de estelionato. Segundo a Polícia Civil, assim como ela, nos últimos três anos, pelo menos 300 pessoas tentaram tirar vistos para os Estados Unidos por intermédio da mesma agência, localizada em Curitiba (PR). Essa agência está sob suspeita de falsificar documentos para a emissão de passaportes.

Os turistas brasileiros que conseguiram embarcar para os Estados Unidos com o auxílio dessa agência estão sob investigação do Departamento de Segurança Diplomática dos Estados Unidos e poderão ser deportados. Segundo a Polícia Civil, das 300 pessoas que tentaram tirar o visto, a maioria teve o pedido negado.

A mulher presa, Janete Gonçalves da Silva Souza, apresentou documentos falsos para tentar tirar o visto para os Estados Unidos. Ela saiu presa do consulado, que fica na Zona Sul de São Paulo. A polícia diz que ela tentou tirar um visto apresentando declaração de Imposto de Renda e extrato bancário falsos. “O marido dela, que é pedreiro, parece estar em situação irregular nos Estados Unidos. Ela quer visitar o marido e usou esse artifício”, disse o delegado Oswaldo Nico Gonçalves ao G1.
Autuada em flagrante sob a acusação de falsificação de documento, Janete disse que pagou R$ 2.050 ao comerciante Zenazzal Vieira dos Santos, de Curitiba. Segundo o delegado, Janete disse que procurou Zenazzal aconselhada pelo marido, que trabalha clandestinamente há oito anos nos EUA.

De acordo com a polícia, o esquema vendia 10 kits de documentos falsos por mês. A mulher foi levada para a Delegacia Especializada em Atendimento ao Turista (Deatur).

Investigações

A detenção faz parte de uma investigação sobre a agência, especializada em fraude de documentos, que atua em todo o País. Essa investigação é conduzida em conjunto pela Polícia Civil de São Paulo, pelo Ministério Público Estadual do Paraná, pela Polícia Civil do Paraná e pelo Departamento de Segurança Diplomática (DSS) do Consulado dos EUA. Ela começou em 2010 e já levou a outras sete prisões.

O Gazeta tentou entrar em contato com o Departamento de Segurança Diplomática do Consulado dos Estados Unidos, em São Paulo, para obter mais informações sobre esses turistas que conseguiram embarcar ou o nome da agência, mas não obteve resposta até o fechamento da edição.

Mais de 181 mil vistos concedidos em janeiro e fevereiro

A Embaixada dos EUA no Brasil concedeu de janeiro a fevereiro 181.318 vistos a brasileiros que querem ir para cidades norte-americanas. São Paulo é o consulado que mais emite autorizações, registrando uma média diária de 2.236 vistos, segundo informações da Agência Brasil.

O tempo de espera varia entre Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. Quem opta por São Paulo e o Rio pode ficar até 23 dias esperando a conclusão do processo.

Nos primeiros meses deste ano, já houve um aumento de 49%, sendo que no Rio de Janeiro a procura por vistos para os Estados Unidos praticamente dobrou.

No próximo sábado, 17, a Embaixada dos Estados Unidos e os consulados em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Recife farão mutirão para atender aos interessados em obter o visto. Apenas em 2011, mais de 1,5 milhão de brasileiros visitaram os Estados Unidos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 720 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal