Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

19/03/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende homem que pedia dinheiro para falso tratamento do filho

Por: Fernando Castro

Ele aplicava o golpe há cinco anos, mas não via o filho há pelo menos seis. Delegado estima que suspeito, de Curitiba, arrecadava R$ 5 mil por mês.

A polícia prendeu em Curitiba um homem suspeito de receber dinheiro em prol do tratamento de saúde do filho, mas sem nunca ter repassado o mesmo para a família. Segundo a Polícia Civil, ele utilizava a foto do filho que tem câncer cerebral para pedir dinheiro há cinco anos, mas não via a criança há pelo menos seis anos.

O delegado Cassiano Aufiero, da Delegacia de Estelionato e Desvio de Cargas (DEDC), contou ao G1 que o homem, que era desempregado, captava em média R$ 5 mil por mês com o golpe. “Teve casos que pessoas se sensibilizaram tanto que chegaram a dar R$ 300 de uma vez para ele”, afirmou. O suspeito procurava aglomerações, abordava a população em semáforos, ônibus e deixava caixas de sapato com a foto do filho em lojas do centro da cidade.

“Ele tinha fotos do filho ainda pequeno. Como não acompanhou o crescimento, só tinha foto da criança pequena. Eram fotos antigas, mas ele fazia de uma forma muito convincente”, falou Aufiero. Além das fotografias, ele também utilizava o laudo médico original, junto da certidão de nascimento do filho para aferir credibilidade ao golpe. “Quem contribuía ganhava fotografias do menino com dizeres de agradecimento: ‘Deus te abençoe’”, disse o delegado.

A Polícia chegou ao homem através de uma denúncia da mãe do menino, que soube da arrecadação empreendida através da pediatra que cuidou da criança e foi abordada pelo suspeito no semáforo. “Ela reconheceu a fotografia e comentou com ele: ‘Eu conheço essa criança, eu cuidei dela, mas faz muito tempo’, então ele fugiu”, contou Cassiano.

Após três meses de investigação, os policiais flagraram o suspeito arrecadando dinheiro na Central de Abastecimento de Curitiba (Ceasa), no Tatuquara, no sábado (17). Ele será indiciado por estelionato, abandono de incapaz e pelo crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente de exposição da criança à condição vexatória.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 152 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal