Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/03/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal suspeito de estelionato ameaçava fornecedores, diz delegado

Polícia Civil afirma que dupla cumpria prisão em regime aberto. Operação desta quarta apreendeu documentos e cartões de banco falsos.

O casal preso na manhã desta quarta-feira (14) no condomínio fechado Alphaville, em Campinas, interior de São Paulo, suspeito de estelionato e falsificação de documentos para a compra de restaurantes, ameaçava os fornecedores, segundo o delegado do 7º Distrito Policial, José Carlos Fernandes. "Quando as vítimas percebiam que haviam sido lesadas, tentavam receber os créditos, elas eram ameaçadas de morte. Há duas vítimas que mencionaram o fato", explica.

Fernandes explica que as investigações tiveram início há cerca de um mês, após denúncias feitas por vítimas de Campinas e Valinhos que foram pagas com cheques sem fundo. Ao pesquisar os contratos sociais das empresas, a polícia constatou que os nomes usados pelo casal eram fictícios. "Eles já foram presos e processados anteriormente por estelionato e falsidade ideológica. A pena estava sendo cumprida em regime aberto", afirma o delegado. A polícia trabalha com a hipótese do casal ser proprietário de três ou quatro restaurantes, além de uma panificadora.

O delegado acredita que os golpes estavam sendo aplicados desde o ano passado, uma vez que o casal sempre morou em Campinas. "A frequente mudança dos contratos sociais das empresas iludia fiscalizações e vítimas", afirma Fernandes.

Na ação realizada nesta quarta, os investigadores encontraram na casa dos suspeitos celulares, cheques, dinheiro e uma arma, além de duas sacolas cheias de documentos prontos para serem jogados no lixo. Seis carros, entre eles um de luxo, foram apreendidos. "A apuração também deve ser feita pela Receita Estadual e Ministério do Trabalho", disse Fernandes. Ele acredita que, em breve, funcionários dos estabelecimentos devem reclamar direitos trabalhistas.

A polícia diz que representará pela lacração dos restaurantes. A Vigilância Sanitária e a Secretaria de Urbanismo informaram que aguardam notificação para verificarem a situação dos estabelecimentos. O casal vai responder por estelionato, falsidade ideológica e uso de documento falso. Uma terceira pessoa supeita de fazer parte do grupo segue foragida.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 128 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal