Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

14/03/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Casal suspeito de estelionato é preso em condomínio de luxo em Campinas

Operação da Polícia Civil apreendeu documentos e cartões de banco falsos. Grupo comprava restaurantes e produtos, mas não pagava fornecedores.

Um casal foi preso no condomínio fechado Alphaville, em Campinas, no interior de São Paulo, suspeito de estelionato e falsificação de documentos na manhã desta quarta-feira (14). De acordo com a Polícia Civil, uma terceira pessoa, que está foragida, faz parte do grupo, que usava documentos e cartões de crédito falsos para comprar restaurantes e fazer pedidos a fornecedores em Valinhos e em Campinas. Meses depois, eles fechavam os estabelecimentos e deixavam de fazer o pagamento.

Segundo o delegado do 7º Distrito Policial, José Carlos Fernandes, o caso foi descoberto depois da denúncia de fornecedores dos restaurantes, que ficaram sem receber. Durante a investigação, a polícia descobriu que o casal abria os estabelecimentos em nome de laranjas, usando documentos falsos. Em um dos restaurantes, no distrito de Barão Geraldo, os investigadores encontraram diversas notas fiscais de estabelecimentos do casal que foram fechados.

Além de vários documentos e cartões de crédito falsos, a Polícia Civil encontrou na casa dos suspeitos de estelionato celulares, cheques, dinheiro e uma arma. Duas sacolas cheias de documentos prontos para serem jogados no lixo também foram encontradas. Três carros, entre eles um de luxo, foram apreendidos.

O casal foi levado para o 7º DP e deve responder pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documentos falsos e estelionato. Segundo a polícia, o casal tinha dez passagens pela polícia por estelionato. Um deles havia cumprido parte da pena e estava em liberdade condicional, de acordo com o delegado José Carlos Fernandes.

A terceira pessoa seria o laranja do esquema, segundo Fernandes. A polícia investiga quantas pessoas foram vítimas do golpe e o prejuizo causado.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 465 vezes




Comentários


Autor e data do comentário: Idalino Ronei de Oliveira - 18/03/2012 17:55

É sempre assim. Estava em liberdade condicional. Enquanto a "justiça" brasileira der moleza pra bandidos vamos continuar a ler esse tipo de notícias.



O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal