Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

09/03/2012 - De Fato Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Nova-erense também foi vítima do golpista da fotografia

Por: Tatiana Santos


O fotógrafo Moriá Benevides, 20 anos, de Nova Era, foi vítima do estelionatário que tem aplicado golpes em diversos fotógrafos de Minas Gerais e em outros estados, como Rio de Janeiro e Goiás. A vítima teve um prejuízo de cerca de R$ 9 mil em equipamentos furtados.

O golpista, que está sendo procurado pela polícia, abordou Moriá na última quarta-feira, 7 de março, para contratar seus serviços. Identificando-se como Danilo Cavashi e com diversas informações da cidade, o suspeito se apresentou como delegado recém-chegado. Moriá não desconfiou de nada devido às informações sobre uma possível troca de comando da Polícia Civil.

De acordo com Moriá, o estelionatário iria contratá-lo para fazer fotos em um haras de Ipaba, próximo a Ipatinga. O fotógrafo foi para o local no carro do golpista, com placa do Rio de Janeiro. “Danilo havia falado que contratou um outro profissional que furou com ele para este serviço”, conta.

No caminho, o fotógrafo estranhou, pois o suposto delegado fez uma ligação pedindo a um amigo empréstimo de R$20 mil, parando em Jaguaraçu para pegar tal dinheiro. Na cidade, resolveram almoçar em uma pensão. Foi quando o falso delegado se levantou falando ao telefone, saiu para o lado de fora do estabelecimento e fugiu em poucos instantes.

Prejuízos

Moriá afirma que teve um prejuízo de aproximadamente R$ 9 mil, já que o estelionatário levou duas câmeras profissionais Nikon, modelos D80 e D300S. Uma delas havia sido comprada no dia anterior.

Ainda de acordo com a vítima, o golpista geralmente se identifica como Danilo Cruz e tem entre 30 e 35 anos. “Ele não usou arma e tem muita lábia”, conta. O acusado do crime já tem cinco mandados de prisão em aberto no Rio de Janeiro. Diversos veículos de comunicação, como o portal Estado de Minas e rede Globo, relataram os golpes aplicados pelo estelionatário.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 415 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal