Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

07/03/2012 - Correio do Estado Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF fecha o cerco contra garagistas acusados de lavagem de dinheiro


A Polícia Federal (PF) de Dourados quebrou o sigilo fiscal e bancário de 80 empresas garagistas de veículos, que estão sendo investigadas por denúncia de suposta lavagem de dinheiro e envolvimento ao tráfico de drogas. De acordo com a PF, a medida foi tomada pela Justiça, com o consentimento e autorização dos empresários. Trata-se de movimentações bancárias, informações de financeiras, além de toda a “vida” fiscal, como impostos de renda da empresa que está sendo vasculhada pela PF.

Segundo o site Douradoagora e o jornal O Progresso, são milhares de documentos que estão sendo períciados. A “devassa” nas contas dos garagistas recebe documentação desde 2010 e conforme informações já geraram pilhas de caixas “recheadas” com informações das investigadas.

Para analisar tudo, a PF já pediu uma prorrogação do prazo para a Justiça, a fim de concluir o inquérito em 90 dias. Ao todo, o processo inicial, sem os anexos, conta com mais de 500 folhas. O responsável pelas investigações é o delegado Dênis Colares de Araújo.

Denúncias

A investigação da Polícia Federal nas garagens de Dourados começou em 26 de março de 2010. Na época, o responsável pelas investigações, o então delegado Bráulio Cesar Galonni, disse que a PF já vinha há tempos recebendo denúncias de envolvimento de alguns garagens com a lavagem de dinheiro e o tráfico de drogas e de que parte das garagens do ramo se tratava de “empresas de fachada”.

Dourados tem dezenas de empresas de compra e venda de carros. A maioria está localizada nas quatro principais vias da cidade – as avenidas Marcelino Pires e Weimar Gonçalves Torres e nas ruas Joaquim Teixeira Alves e Hayel Bon Faker.

Na Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced), apenas 16 empresas de compra e venda de veículos aparecem na lista de associados no ano de 2010, quando as investigações começaram. Entre estas, havia concessionárias de marcas nacionais e revendas de motos. Segundo empresários do setor, a maioria das garagens não possuiam, na época, sequer o alvará de funcionamento emitido pela prefeitura.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 234 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal