Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

28/09/2007 - Portugal Diário Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

9/11: vítima afinal é uma fraude?


Tânia Head foi durante os últimos seis anos uma das sobreviventes do Worl Trade Center com maior presença pública, no entanto, levantam-se suspeitas sobre a veracidade da sua história. Tânia foi também presidente de uma das associações de vítimas do 11 de Setembro. Esta semana foi destituída do comando da Survivors Network já que as inconsistências do relato da sua experiência estão a suscitar dúvidas sobre a presença na tragédia, informou The New York Times.

«Tânia Head já não está ligada à Survivors Network», disse Richard Zimbler, presidente interino da instituição. A «vítima» do 11 de Setembro contou durante os últimos anos, em vários actos em memória dos mortos dos ataques terroristas, a história comovente da sua tragédia.

O relato revelava como Tânia tinha conseguido sobreviver à tragédia apesar de estar nos últimos andares da Torre Sul, quando o avião embateu. A ex-presidente contava ainda que o noivo morreu na Torre Norte. A «sobrevivente» também participava nas visitas guiadas ao Ground Zero.

A directora da associação, Jennifer Adams, disse que a ex-presidente não podia mais colaborar, porque «actualmente não se pode confirmar a veracidade da ligação de Tânia Head com os eventos de 11 de Setembro de 2001». O artigo do jornal cita diferentes testemunhas afirmando que Head contou várias versões da história.

Uma das incoerências detectada está no facto de Head afirmar que era funcionária da empresa Merill Lynch e que estava a ultimar um acordo com outra firma, cujos escritórios ficavam no 96º andar da torre, quando o primeiro avião bateu no WTC. No entanto, a companhia não conta com nenhum registro de que tenha sido sua empregada.

A identidade do seu suposto noivo, e em algumas versões marido, também é um mistério. O jornal confirma que um homem chamado David morreu na Torre Norte, mas a família e amigos garantem que nunca ouviram falar de Tânia.

Se a história for verdadeira, Head seria um dos 19 sobreviventes dos andares que ficaram acima do ponto atingido pelos aviões. A ex-presidente não deu ainda nenhuma entrevista para explicar as incoerências, mas adiantou a alguns jornalistas que não fez «nada de ilegal».

Tânia Head, que o jornal também identifica com o nome de Alicia Head, participa desde 2001 em diversos palcos de tragédia. Terá ajudado na Indonésia após o tsunami de 2004 e em Nova Orleães depois da passagem do Katrina em 2005. O curriculum profissional e estudantil também levanta suspeitas, já que não aparece como aluna de Harvard, nem de Stanford, como afirmou.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 396 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal