Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2018 SOBRE FRAUDES E FALSIFICAÇÕES
Veja AQUI programação e promoções dos últimos treinamentos de 2018 da DEALL R&I
sobre Fraudes e Falsificações nos dias 14, 22 e 29 de novembro.


AFD SUMMIT
A maior Conferência de Investigação Corporativa & Perícia Forense da América Latina.
São Paulo dias 08-09 de dezembro de 2018


Acompanhe nosso Twitter

01/03/2012 - Correio da Bahia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Ex-servidores são denunciados por corrupção e fraudes contra a previdência

Servidor emitia falsos atestados de tempo de contribuição mediante pagamento.

Três pessoas, sendo dois ex-servidores públicos federais, foram denunciadas pelo Ministério Público Federal na Bahia (MPF/BA) por estelionato e crimes contra a administração pública.

E.S.B., então servidor do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), emitia falsos atestados de tempo de contribuição mediante pagamento. A.C.S., à época agente administrativo da Previdência Social, inseria informações indevidas nos sistemas de informática do órgão, com o objetivo de conceder diversas aposentadorias irregulares.

Segundo o MPF, em pelo menos um dos casos, E.C.S., terceiro denunciado, admitiu saber da falsidade das informações e ter feito pagamento de propina.

Segundo a denúncia, E.S.B. emitia atestados sobre a vida contributiva dos segurados junto ao INSS, forjando tempos de contribuição baseados em números de inscrição que não pertenciam a essas pessoas.

De posse dos documentos falsos, A.C.S. se utilizava do acesso que dispunha na Agência da Previdência Social (APS) do Bonfim, para conceder irregularmente as aposentadorias por tempo de serviço.

O esquema fraudulento montado pelos funcionários induzia o INSS ao erro, resultando na concessão indevida de aposentadorias e gerando considerável prejuízo aos cofres públicos.

O MPF/BA requer a condenação dos denunciados por estelionato contra a Previdência Social, a condenação dos ex-servidores por corrupção passiva qualificada e excesso de exação e a condenação de E.C.S. por corrupção ativa. Todos os crimes têm pena de multa e reclusão.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 127 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Divulgação





NSC / LSI
Copyright © 1999-2018 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal