Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

01/03/2012 - Bom Dia Sorocaba Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação da PM apreende 300 mil produtos piratas

Por: Derla Cardoso

Três pontos no Centro e bairros foram verificados; foram apreendidos mídias de cds e dvds e cigarros.

A operação de combate à pirataria da PM (Polícia Militar) apreendeu 300 mil itens de mídia, entre cds, dvds e softwares piratas em Santo André. Os policiais iniciaram o trabalho às 7h em três pontos no Centro, além dos bairros, Jardim Santo André e Vila Luzita. Pacotes de cigarros falsificados também foram apreendidos.

A PM deteve oito pessoas, que foram encaminhadas para os 1º, 3º e 6º DPs (Distritos Policiais). Os detidos não resistiram, segundo a polícia.

Durante abordagem num estabelecimento que vendia mídia pirata foram encontradas três máquinas que produziam cinco mil cds e dvds falsos por dia. Na loja, que fica na General Glicério, 37, foram apreendidos cerca de 100 mil mídias. Os policiais disseram não saber ao certo quanto o proprietário chegava a faturar por mês.“Não sabíamos da existência desse laboratório. Os policiais estavam vasculhando o local e chegaram até os equipamentos, que estavam no segundo andar”, explicou o responsável pela operação, capitão Luiz Roberto Moraes, comandante da Companhia de Força Tática.

O trabalho é fruto de parceria da PM com a Gaeco (Grupo de Operação Especial Contra o Crime Organizado) e apoio do Ministério Público. De acordo com Moraes, a abordagem foi feita após intenso trabalho do setor de inteligência.“Fizemos uma ocupação no Sítio dos Vianas em dezembro e janeiro e neste período pudemos identificar que membros de organizações criminosas do local estavam começando a se vincular à pirataria.”

O capitão afirmou também que esse tipo de operação não é feita com tanta frequência porque envolve um aporte de recursos muito alto. “O planejamento também é muito rebuscado. A abordagem precisa ser muito cuidadosa”, disse.

Toda a operação envolveu em torno de 60 homens da Polícia Militar.

Denúncia/O capitão fez um apelo para que os cidadãos não comprem esse tipo de produto. “Isso é irregular e esse dinheiro vai parar nas mãos de criminosos. Denunciem pelo 181.”

Polícia Militar mantém foco na produção ilegal
Investigações visam encontrar responsáveis pela produção de produtos falsificados; ABCD tem organizações criminosas que atuam como empresas

Só tirar produtos piratas dos boxes do centro da cidade não adianta para resolver o problema do comércio de falsificação de cds e dvds. O foco da PM (Polícia MIlitar), então, é desativar os laboratórios que os fabricam.

De acordo com o comandante do CPA-M/6 (Comando da Polícia Militar do ABCD), coronel Roberval Ferreira França, as organizações criminosas da região já funcionam como empresas e possuem departamento pessoal, de contabilidade e de produção. “Esses criminosos têm facilidade de mudar os laboratórios de lugar porque se trata de tecnologia. Dependemos de mapeamento para localizá-los. É um combate muito especializado e muito focado”, explicou.

O coronel afirmou que a rede criminosa da pirataria tem ligações diretas com o narcotráfico e o contrabando.

Trabalho/Ainda de acordo com o policial, a operação desenvolvida ontem foi a primeira do gênero na região com a parceria da Gaeco e MP.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 149 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal