Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


FALSIDADE DOCUMENTAL NOS PROCESSOS ELETRÔNICOS

Veja aqui a programação deste inédito treinamento programado para o dia 20/12 em São Paulo

Acompanhe nosso Twitter

28/02/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Três pessoas são presas vendendo CNH em Divinópolis, MG, diz PM

Esquema envolvia carteiras bloqueadas pelo Detran de São Paulo, diz PM. Advogado de duas suspeitas nega a prisão.

O Departamento de Trânsito (Detran) e a Polícia Civil investigam um esquema de venda de carteiras de habilitação em Divinópolis no Centro-Oeste do estado. A Polícia Militar descobriu um esquema de venda, facilitação e liberação de carteiras de habilitação que estavam bloqueadas pelo Detran de São Paulo. Duas mulheres, uma de 30 e outra de 65 anos, e um homem de 35 foram presos pela Polícia Militar. Isso aconteceu depois de uma denúncia anônima. As pistas levaram os militares até os suspeitos. Ao G1, o advogado de duas mulheres, Carlos Daniel Peixoto, nega a prisão.

Com eles a PM encontrou várias carteiras de habilitação do estado de São Paulo, que estavam bloqueadas por algum tipo de irregularidade na emissão do documento.“São CNHs falsas tiradas em São Paulo, de pessoas que saem de Minas Gerais para tirar estas carteiras lá. São autorizações que têm um prazo de validade e, depois de encerrado o prazo, há um bloqueio por irregularidade. Prendemos hoje uma pessoa recebendo R$ 4 mil de uma outra pessoa com a CNH nessas condições de irregularidade", disse o tenente Heitor Tavares.

Segundo os militares, o dinheiro seria entregue para uma das duas mulheres, que possivelmente repassaria parte deste valor para alguém do Detran, que supostamente faz parte do esquema.

A PM acredita que o esquema seja bem maior. Em duas sacolas a polícia encontrou centenas de documentos para o desbloqueio das carteiras em São Paulo. Em um envelope estão várias fotos que seriam utilizadas na nova carteira de habilitação, por isso a PM acredita que tenha mais gente envolvida e os valores podem ser bem mais altos.

Os três suspeitos foram encaminhados para o Presídio Floramar, em Divinópolis e a ocorrência foi encaminhada para a Delegacia Especializada em Estelionato. De acordo com a delegada da Comarca, Angelita de Oliveira, o caso será investigado pela Polícia Civil e o Detran de Divinópolis.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 297 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal