Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

27/02/2012 - Diário do Pará Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia descobre motociclista com 100 mil pontos


Um motociclista de 37 anos é o novo recordista em acumular pontos de multas na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Morador de Peruíbe, no litoral paulista, ele tem cem mil pontos em seu prontuário. O caso foi descoberto neste mês pela Delegacia de Crimes de Trânsito (DCT), que investiga irregularidades na transferência de pontos. O motoqueiro ainda vai ser ouvido pela Polícia Civil.

Para combater esse tipo de fraude, a partir de julho o proprietário do carro e o condutor do veículo deverão reconhecer a assinatura em cartório para passar a pontuação. Segundo o delegado José Sampaio Lopes Filho, o nome do atual recordista veio à tona enquanto a DCT investigava o caso de um motorista de 30 anos, residente em Pindamonhangaba, interior paulista, que tinha 85 mil pontos na carteira.

"Ouvimos uma mulher que se beneficiou da transferência e descobrimos que pontos dela também foram repassados para o motoqueiro de Peruíbe", disse Lopes Filho. Durante depoimento, a motorista não revelou como teve acesso ao esquema.

A polícia investiga o envolvimento de despachantes, autoescolas e servidores públicos nas fraudes. De acordo com Lopes Filho, o motociclista tinha mais de 1,5 mil páginas de pontuação entre 2007 e 2010. "Por incrível que pareça ele conseguiu renovar a carteira no dia 18 de dezembro de 2009", afirmou.

Um detalhe que chama a atenção é que a habilitação do morador de Peruíbe é categoria A, ou seja, ele só pode pilotar motos. Mesmo assim foram transferidos pontos de multas de carros.

Policiais da DCT devem ir nos próximos dias para Peruíbe para ouvir o suspeito. Lopes Filho disse acreditar que o homem de cem mil pontos possa ter recebido dinheiro para assumir os pontos de outros motoristas em seu prontuário. Cada transferência pode custar de R$ 100 a R$ 200.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 129 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal