Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

16/02/2012 - BV News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Delegado alerta que perda de documento dobra a chance de fraudes


A Polícia Civil de Roraima registrou do ano de 2009 até julho de 2011, a perda de 36.052 documentos pessoais. O índice é considerado alto pelo diretor do Departamento de Polícia Judiciária da Capital, DPJC, Renê de Almeida, pois aumentam as chances de golpes contra o cidadão.

O extravio, furto, perda ou roubo de documentos trazem uma grande dor de cabeça à vítima, pois além dos transtornos e burocracia para retirar novos documentos, a pessoa pode ter constrangimento maior por conta da atuação de estelionatários. Ou, até mesmo, ter a sua identidade sendo utilizada por criminoso para se esconder da Justiça.

Segundo Renê de Almeida, os documentos extraviados ou roubados são frequentemente usados em golpes e fraudes, onde os estelionatários utilizam-se dos documentos de terceiros para efetuar compras a crédito, sendo comum a aquisição de veículos, eletrodomésticos, vestuário, formalização de empréstimos, abertura de contas bancárias, dentre outros.

“O cidadão precisa redobrar os cuidados com seus documentos pessoais, para evitar transtornos desagradáveis. Já tivemos situações em que a pessoa perdeu seu documento, que foi encontrado por um procurado da Justiça que passou a adotar o nome do titular do documento, inclusive praticando novos crimes”, disse o delegado.

Quem perdeu os documentos, seguem algumas dicas importantes a serem seguidas: procurar a Delegacia de Polícia Civil a fim de registrar o boletim de ocorrência; no caso de furto, perda ou roubo de talões de cheques, solicitar a imediata sustação dos talonários junto ao banco e, se for de cartão de crédito, informar à administradora para que seja realizado o bloqueio do cartão; após, deslocar-se até o SPC, munido da cópia do boletim de ocorrência e solicitar a inclusão de alerta em seu CPF.

“São medidas simples que devem ser adotadas pelas vítimas de extravio, perda, roubo ou furto de documentos e de fácil realização. Desta forma o cidadão vai garantir a publicidade do fato, bem como se proteger do uso indevido de seus documentos por terceiros de má-fé”, disse.

DADOS – De acordo com o Setor de Estatística e Análise Criminais da Secretaria de Segurança Pública (SESP), a cada ano aumenta o número de registros de documentos perdidos nas unidades policiais. Em 2007 foram registrados 9.730 perdas de documentos. Número que aumentou em 2008 para 12.613, uma variação de 29,6%. Em 2009, entretanto, houve uma redução de 3,6% em relação ao ano anterior, com um registro de 12.165 perdas de documentos. O número de documentos perdidos em 2010 voltou a subir, com uma variação de 22,7% em relação ao ano anterior com um registro de 14.921 documentos perdidos. Até julho de 2011 foram registradas 8.966 perdas de documentos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 113 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal