Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

08/02/2012 - Infonet Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia prende três estelionatários em Aracaju

Grupo praticava 'golpe do cartão' em condomínios.

Policiais da Companhia de Radiopatrulha da Polícia Militar foram acionados na tarde desta quarta-feira, dia 7, para auxiliar um cabo do Grupamento de Ações Táticas do Interior (Gati) na prisão de três homens suspeitos de aplicar o 'golpe do cartão' em moradores de condomínios de Aracaju. Segundo informações do comandante da RP Operações, tenente Igor Alves, o cabo estava de folga em seu condomínio quando três homens chegaram na portaria se dizendo moradores.

A atitude dos falsos moradores chamou a atenção do porteiro, que acionou o policial militar que reside no local. O cabo questionou os suspeitos, que pretendiam pegar correspondências bancárias, mas não obteve uma resposta satisfatória. Desconfiado, o policial pediu reforço da Radiopatrulha e prendeu os alagoanos Felipe dos Anjos Pontes, 28 anos, Rodrigo Barbosa de Oliveira Mendes, 26, e Mauro César Oliveira, 25.

Todos foram conduzidos ao Complexo de Operações Policiais Especiais (Cope) para serem interrogados pelo delegado André Baronto. No Cope, os policiais descobriram que eles residem em Maceió e estavam na capital sergipana há dois dias. Com os golpistas, a polícia apreendeu 30 cartões de crédito furtados de portarias de condomínio da capital. Os cartões eram desbloqueados nos bancos e administradoras dos cartões e o prejuízo ficava com os verdadeiros proprietários dos cartões.

“Eles utilizavam da conversa fácil e enganavam o porteiro se dizendo moradores. Depois davam um nome qualquer e como o porteiro dizia que não havia correspondências com esse nome, eles pediam para checar pessoalmente. Quando encontravam uma correspondência com um cartão de crédito pegavam o boleto e diziam que tinham encontrado o que queria”, explicou o delegado.

A Polícia Civil vai investigar quantas pessoas foram vítimas dos golpistas, mas já sabe que pelo menos 30 moradores de condomínio da capital foram vítimas do trio alagoano. Os três foram indiciados pelo crime de estelionato.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 184 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal