Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

02/02/2012 - Tribuna do Norte Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Foragido se apresenta e depõe


Suspeito de integrar o esquema de fraudes no Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ-RN), o empresário Carlos Alberto Fasanaro Júnior se apresentou durante a manhã de ontem à polícia, na sede da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Ordem Tributária (Deicot). O empresário do ramo de mineração era tido como foragido após a Polícia Civil não conseguir cumprir na terça-feira passada o mandado expedido pela Justiça. Após a apresentação, ele já prestou depoimento e foi encaminhado para uma unidade prisional do Estado, onde cumprirá a prisão temporária decretada.

Carlos Alberto Fasanaro é suspeito de receber dinheiro em sua conta bancária e repassá-lo para Carla Ubarana e George Luís de Araújo Leal - estes tidos como mentores de um suposto esquema de fraudes. Ele chegou à Deicot por volta das 8h30 e, para policiais, disse ter tido conhecimento da investigação da qual é alvo através da imprensa.

De acordo com informações repassadas pelo delegado Marcos Dayan, titular da Deicot, o suspeito confirmou os depósitos bancários. "Ele confirmou que existiam os depósitos, mas disse que não sabia a origem nem o destino do dinheiro. Fazia isso pela amizade que tem com o George Leal", informou o delegado.

Para Dayan, o depoimento do empresário é similar ao de Cláudia Suely de Oliveira Costa e Carlos Eduardo Cabral Palhares de Carvalho - outros dois suspeitos sob investigação da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual. Na terça-feira, ambos prestaram depoimentos e também confirmaram os depósitos. Cláudia Suely, espécie de governanta do casal Ubarana Leal, disse à Polícia Civil que "cumpria ordens".

Os saques e transferências em conta de "laranjas" tinham valores variados, segundo as investigações da Polícia Civil. Há registro de saques entre R$ 25 mil e R$ 90 mil. Uma fonte da TRIBUNA DO NORTE contou que um dos suspeitos confessou ter sacado até R$ 700 mil. O período que compreende essa parte da investigação, ainda preliminar, vai de 2008 a 2011. Tudo isso seria possibilitado por "falhas no sistema de pagamento" de precatórios do Tribunal de Justiça.

Haveria laranjas encarregados de receber o dinheiro desviado no Banco do Brasil - através de saque ou transferência bancária. Além disso, um funcionário do Banco do Brasil é suspeito de "facilitar" a liberação desses recursos dentro da instituição financeira.

"Com todos os depoimentos prestados, os próximos passos da investigação é análise do material apreendido no cumprimento dos mandados de busca", disse o delegado Marcos Dayan.

Carla Ubarana está internada em UTI

A ex-chefe da Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, Carla Ubarana, deu entrada durante a manhã de ontem no pronto-socorro da Casa de Saúde São Lucas, com uma crise hipertensiva. Após atendimento médico, ela foi encaminhada para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). De acordo com os médicos, apesar do quadro de emergência hipertensiva, o quadro de saúde de Carla é estável. Na porta da unidade hospitalar existem agentes da Polícia Civil realizando escolta de Carla, que foi presa temporariamente sob força de mandado expedido pela Justiça.

Desde a noite da terça-feira, quando chegou de Recife onde foi detida, a ex-servidora do TJ apresentou sinais de fragilidade da saúde, o que já havia sido confirmado pelo seu advogado. Na oportunidade, delegados da Polícia Civil tiveram que a auxiliar para se locomover até a sala onde prestaria depoimentos. Com a crise hipertensiva, havia a suspeita de que Carla Ubarana tivesse apresentado um quadro isquêmico, o que não foi confirmado pelos médicos.

Após chegar à UTI, a paciente foi medicada e o quadro de saúde é estável. Além do tratamento do quadro hipertensivo, Carla Ubarana também deverá receber acompanhamento psiquiátrico devido ao quadro de transtorno que apresentou ao chegar a Natal.

Defesa aguarda revogação de prisões

A decisão sobre os pedidos de revogação das prisões temporárias de quatro dos seis suspeitos detidos na terça-feira, durante a Operação Judas, sairá amanhã. É o que espera o advogado Felipe Cortez, que defende Carla Ubarana, George de Araújo Leal, Carlos Eduardo Palhares e Cláudia Suely, todos presos sob suspeita de envolvimento em supostas irregularidades na Divisão de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, investigadas por sindicância interna, pelo Ministério Público e Polícia Civil.

De acordo com o advogado, os pedidos de prisões temporárias foram atendidos sob o argumento de que seriam necessários para o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, que já foram finalizados. "Vamos aguardar o posicionamento do Ministério Público, que era aguardado para hoje (ontem), e a informação é que amanhã (hoje) a Justiça vai julgar", disse o advogado.

No momento, Carla Ubarana está em tratamento médico na Casa de Saúde São Lucas, enquanto o marido, George de Araújo Leal e Carlos Eduardo Palhares foram levados ao presídio provisório Raimundo Nonato Fernandes, na zona Norte de Natal, e Cláudia Suely foi para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Parnamirim. Além dos quatro, também foram presos Pedro Luís da Silva Neto e Carlos Alberto Fasanaro. O primeiro está se recuperando de cirurgia bariátrica e aguarda decisão sobre o pedido de prisão domiciliar. O segundo também foi encaminhado para o Raimundo Nonato.

Acusada descreve em livro o cotidiano de sua família

O vento europeu descortina a janela e eis que surge a imponente Torre Eiffel, em Paris. Simples, quase despercebida aos olhares menos detalhistas. A capa do livro "Simplesmente Feliz", uma auto-biografia assinada por Carla de Paiva Ubarana Araújo Leal, mistura o subjetivo e o real, como os sonhos realizados pela ex-chefe do Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça, descritos em sua obra.

No primeiro capítulo, intitulado "E tudo começou assim", Carla Ubarana relata como o dia amanhece em sua residência de verão e como a simplicidade da vida lhe encanta. "Busco nas coisas simples que a vida pode me oferecer o prazer e a certeza de que é maravilhoso viver".

A piscina e o gramado de sua casa de praia, em Baía Formosa, chamada de "Casa Grande" pelos nativos da região, como assim descreve, ilustram o primeiro e o último capítulo do livro. Em espécie de livro de bolso, os amigos mais próximos e parentes receberam um exemplar em julho do ano passado.

Nos capítulos 2 e 3, ela descreve o amor por Paris e o tédio sentido em Brasília, durante uma viagem de trabalho. Comenta, ainda, como as pessoas em Natal podem ser fúteis. "...outros tentam exibisse (sic) em carrões aquilo que não tem...", diz ela sem citar nomes. Ela resume que "Paris é encanto, Paris é paixão, é romance, é suspiro".

Em algumas passagens, os momentos descritos por Carla Ubarana parecem antecipar a situação pela qual ela passa atualmente. "... de repente abriu-se o chão e cai (sic) em queda livre...".

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 430 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal