Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

01/02/2012 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Saiba como se proteger em casos de extravios de documentos pessoais

Por: Viviane Gonçalves

Em Sorocaba, foram registradas mais de 3 mil perdas no ano passado. Boletim de ocorrência é fundamental para evitar fraudes.

Perder os documentos, ser furtado ou até mesmo roubado é uma dor de cabeça e tanto. E o que já é ruim pode se tornar um perigo, caso algumas medidas de proteção não sejam tomadas com rapidez.

Afinal, o que fazer quando este tipo coisa acontece? Em primeiro lugar, a vítima deve imediatamente ir à delegacia para fazer uma ocorrência policial sobre o fato, descrevendo todos os documentos que foram extraviados.

O registro pode evitar golpes de estelionatários. "Para a polícia, o boletim pode nos levar a identificação de quadrilhas especializadas, em fraudes em aposentadorias, uso de documentos falsos, empréstimos e financiamentos de veículos. Para o cidadão, é de extrema importância. Pode assegurar o uso indevido e desta forma, isentar a responsabilidade em casos de fraudes" , explica o delegado José Belotti. Vale lembrar que este tipo de ocorrência pode ser feita pela internet.

Em Sorocaba, no interior de São Paulo, os números de documentos perdidos chegaram a 3,2 mil somente no ano passado. Sobre furtos, as ocorrências chegam a 793. "Depois de fazer o boletim de ocorrência, a pessoa recebe uma cópia do BO, que vale até que ela consiga as segundas vias de cada documento", conclui Belotti.

Mas esta não é a única preocupação de quem passa por esta situação. Depois do registro, é preciso levar a ocorrência até o representante mais próximo do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), para que o órgão seja informado e a vítima esteja protegida contra possíveis fraudes no comércio.

Para a perda de cheques ou cartões de banco, a orientação é imediatamente entrar em contato com o banco, informando o fato e pedindo o cancelamento dos mesmos. Se este requerimento for feito por telefone, deve-se anotar o número do protocolo e, dependendo da instituição, confirmar o procedimento na agência. No caso de cartões de crédito, deve entrar em contato com a administradora do cartão e fazer o bloqueio imediato.

A Polícia Militar orienta ainda nunca andar com todos os documentos no bolsa - somente o necessário. Outra orientação é nunca carregar as senhas anotadas ou utilizar senhas fáceis como data de nascimento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 179 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal