Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

31/01/2012 - O Dia Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF prende sete pessoas em operação de combate a crimes financeiros em Minas


Minas Gerais - Agentes da Polícia Federal prenderam nesta terça-feira de manhã sete pessoas envolvidas em crimes financeiros contra a administração pública, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro, que agiam em Belo Horizonte e Lagoa Santa, município a 35 quilômetros (km) da capital mineira. Foram feitas três prisões em Belo Horizonte e quatro na cidade vizinha, de acordo com o delegado federal Mário Veloso.

Ele não informou os nomes dos presos. Disse apenas que alguns são dirigentes da empresa Filadélphia Empréstimos Consignados Ltda e dois são funcionários da Caixa Econômica Federal, que facilitavam as operações de crédito usadas, principalmente, por militares da Aeronáutica.

Além das prisões, a PF cumpriu também mandados de busca e apreensão de documentos, bem como de arresto de 20 imóveis e 40 veículos e bloqueio de contas bancárias.

A Operação Gizé, deflagrada pela PF para desbaratar a operação criminosa, partiu de denúncias de que a empresa Filadélphia captava recursos de terceiros e os remunerava com valores acima dos praticados pela rede bancária, emprestava dinheiro a juros e operava seguros de carros sem autorizações do Banco Central, da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) ou da Superintendência de Seguros Privados (Susep).

A PF apura também a contratação de financiamentos irregulares, mediante fraudes e pagamentos de vantagens indevidas, em detrimento do patrimônio da Caixa Econômica Federal e de outras instituições financeiras privadas, além de crimes como sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Os envolvidos poderão ser indiciados por estelionato, formação de quadrilha, falsidade ideológica, corrupção ativa e crime contra o sistema financeiro nacional.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 143 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal