Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

24/01/2012 - Capital News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Detran suspende envolvidos em fraude; Alunos de autoescolas devem procurar outro centro de formação

Por: Renata Santos e Kátia Kuratone


A Operação Sinal Vermelho, que investiga casos de facilitação para a retirada da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), deflagrada no último dia 13 de janeiro está na etapa final. O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul (Detran/MS) suspendeu, até que seja finalizado o inquérito, quatorze instrutores, três médicos, duas psicólogas, duas autoescolas, sendo uma de Naviraí e outra de Douradina.

Até o momento já foram descobertas 84 CNHs envolvidas no esquema, a maior parte de Naviraí, município ponto de partida das investigações. Segundo a Delegada e Corregedora do Detran responsável pelo caso, Aline Lopes, mais de mil habilitações estão sendo analisadas.

A Diretora de Habilitação e Educação de Trânsito, Elisabeth Félix, alerta os alunos que estavam em fase de avaliação nas autoescolas suspensas, explica que podem mudar para outro centro de formação de condutores e que não serão prejudicados. “Eles podem procurar de imediato outro CFC. O Detran possui um sistema online, onde o aluno acessa e faz a alteração e caso tenha alguma questão contratual a ser resolvida, pode procurar o Procon”, indica. A corregedoria tem 30 dias para finalizar o inquérito.

Os nomes dos profissionais que tiveram a função pública suspensa foram publicados no Diário Oficial de ontem e sexta-feira (20): Ademir Iriarte Amorim, João José Thomaz, Fábio Palácio Batista, Diorande Garcia de Freitas, Ismael Armoa Leite, Rafael Andrade de Araújo, Jairo de Mattos Guedes, Jaime Correa Teixeira, Paulo Roberto Brandão, Tarcício Diogenes Pinno da Silva, Ronaldo Siqueira Rodrigues, Marcelo Sarturi Oliveira, Rogério do Nascimento e Marcel Marinho da Silva.

Os médicos Luiz Machado de Souza; Baltazar Benjamin de Marco e Marco Antonio P. Mello e as psicólogas Marta Maria M. O. Pirota e Adriana Voltarelli Guinossi

O Caso

A operação realizada pelo Detran/MS com o apoio da Defurv (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos) cumpriu 18 mandados de prisão de suspeitos no envolvimento de um esquema que facilitava o processo de emissão de Carteira Nacional de Habilitação no Estado. Os mandados de prisão preventiva foram expedidos na segunda-feira (16) e liberados na quarta-feira (18).

Os presos foram acusados de fraudes e estelionatos. As carteiras de habilitação não eram diretamente vendidas pelos acusados, o que era feito conforme investigação, era uma facilitação na hora da aprovação do candidato. A pessoa negociava com o instrutor (que era quem intermediava a ação) o teste em que precisava ser aprovada e o intermediador dizia quanto iria custar. “Se a pessoa precisasse ser aprovada apenas no exame prático, por exemplo, pagava um valor, se desejasse passar em outro teste, acrescentava-se outro valor, assim por diante” revela a delegada, Aline Lopes.

Ao todo já estão presas 18 pessoas, entre elas, examinadores, aplicadores das provas da Fapec (terceirizada que aplicava as provas teóricas), médico, instrutores e donos de autoescolas. Os envolvidos que adquiriram a CNH responderão por crime de corrupção ativa, já os que participaram do esquema de facilitação aos crimes de corrupção passiva, falsidade de documentos e formação de quadrilha. Um dos examinadores também responderá por posse ilegal de arma.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 150 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal