Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

28/01/2012 - Tribuna da Bahia Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Estelionatário preso por aplicar golpe de R$ 5 mil

Por: Daniela Pereira


Denivaldo Santos da Hora, 45 anos, foi apresentado na tarde de ontem, após prisão em flagrante sob acusação de estelionato. Com documentos falsos, o acusado comprou R$ 4.353,70 em materiais de construção na loja Comercial Ramos da Avenida San Martin. A prisão foi efetuada por agentes da Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (Dreof), onde Denivaldo permanece detido, a disposição da Justiça.

Em posse de carteira de identidade, comprovante de residência e boletos bancários em nome de Getúlio Dirceu Oliveira de Pacheco, Denivaldo comprou 150 sacos de cimento e três latas de tintas, que seriam revendidos no bairro onde mora, Liberdade. Desconfiado da autenticidade da documentação, o gerente do estabelecimento acionou a polícia e o acusado foi preso, em flagrante.

De acordo com informações da polícia, Denivaldo já esteve preso, pelo mesmo delito, na cidade de Itabuna e na própria Dreof. “Ele já pratica este crime há algum tempo, mas ainda estamos investigando para saber quantos são e quais são os demais envolvidos. Em relação ao nome Getúlio Dirceu, não sabemos se esta pessoa existe ou se todos os dados são falsos”, afirmou um agente do Serviço de Investigação (SI).

Segundo o acusado, toda documentação falsa foi comprada em Itabuna por R$ 400 pago a um homem identificado apenas como Renato. “Eu trabalhava vendendo artesanatos no MercadoModelo. Modelo.conheci um paulista que me indicou o Renato, lá em Itabuna. Fui pra lá e pela internet, ele fez todos os documentos e me vendeu”, explicou. A polícia segue as investigações para localizar Renato e o suposto paulista envolvido no caso.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 438 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal