Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

24/01/2012 - JB Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Serasa Experian alerta consumidor contra fraudes em janeiro


O feriado de aniversário da Cidade de São Paulo, na próxima quarta-feira, dia 25, é uma boa oportunidade para o comércio aproveitar e aumentar suas vendas. Mas, consumidores e comerciantes precisam estar atentos ao crescimento significativo de tentativas de golpes em períodos como esse.

O principal risco para o consumidor é ter seus documentos ou dados pessoais utilizados por fraudadores. Para o comércio, é não receber o pagamento, aumentando a inadimplência nos estabelecimentos. A tentativa de fraude mais aplicada no comércio é o roubo de identidade do consumidor, ou seja, quando a pessoa que está fazendo a compra se passa por titular do documento apresentado. De acordo com o gerente de soluções antifraudes da Serasa Experian, Celso Rodrigues, isso é um ato recorrente principalmente em épocas de muito movimento no varejo, como nos feriados, e se o comércio se isenta de ferramentas de prevenção à fraude, fica mais vulnerável a ser vítima do golpe.

“Se o comerciante conseguir identificar que aquele documento não é da mesma pessoa que se apresenta na loja, ou que os dados informados são inconsistentes, as chances de ele evitar prejuízos aumentam consideravelmente”, diz Rodrigues.

A Serasa Experian possui o serviço de Alerta de Identidade. Na hora de uma transação, o empresário pode fazer uma consulta ao serviço e analisar o histórico daquele documento. Assim ele ajuda o comércio a reduzir a inadimplência causada por fraudes e protege a identidade do proprietário dos documentos apresentados.

Rodrigues destaca as principais dicas que podem evitar golpes para o comércio. “Peça sempre dois documentos originais, verifique se as informações fornecidas pelo cliente são verdadeiras, confirme a relação de endereço e telefone e analise atenciosamente o comprovante de residência com o nome apresentado nos documentos”.

O especialista da Serasa Experian recomenda que se ainda assim o comerciante não se sentir seguro com a venda, peça que uma parte ou todo o pagamento seja feito à vista.

O gerente de soluções antifraudes da Serasa Experian aponta algumas situações pós-venda que podem representar que a fraude já aconteceu: Se o cliente ligar reclamando que não realizou a compra do produto; se após a compra efetivada, não for paga nenhuma das parcelas; se o cliente procurado não for encontrado; caso encontre o consumidor, ele comprova que nunca esteve no estabelecimento.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 336 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal