Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

11/01/2012 - Paraná Online Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Preso hacker suspeito de furtar dinheiro no PR e SC

Por: Marcelo Vellinho


Conhecido como o maior hacker do sul do Brasil, suspeito de roubar senhas pessoais e praticar golpes no Paraná e Santa Catarina, que ultrapassam R$ 10 milhões, Rodines Miranda Peres, 38 anos, foi preso durante a Operação “Cracker”, realizada pelo 10.º Distrito Policial (Sítio Cercado), com apoio da Diretoria Estadual de Investigação Criminal (Deic). O suspeito está detido em Florianópolis.

De acordo com a polícia, Rodines é suspeito de estelionato contra instituições bancárias e no comércio, em Curitiba. Recentemente, ele alugou um apartamento no Ecoville, Mossunguê, por R$ 3 mil. As investigações eram realizadas há seis meses e resultaram no cumprimento de oito mandados de busca e apreensão - dois em Curitiba e seis em Florianópolis.

Sistemas

O detido é considerado um dos primeiros “crackers” do Brasil. O termo é usado para definir quem pratica quebra de sistemas de segurança pela internet. Ele teria aplicado golpes tanto em pessoas físicas quanto jurídicas, incluindo invasão de sistemas bancários. Segundo o delegado do 10.º DP, Francisco Caricati, suspeita-se que o dinheiro desviado tenha sido depositado em contas de “laranjas”. Em Santa Catarina, ele é investigado por possuir duas lojas em shoppings, uma construtora e uma mansão em Florianópolis.

De acordo com a polícia, o hacker age há mais de 10 anos e já foi condenado por estelionato. Ele responde a mais de 15 processos no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Distrito Federal. As investigações continuam para apurar a participação de outros envolvidos.

Centena

Rodines foi um dos primeiros criminosos virtuais do país. Em 1999, ele foi preso, em Blumenau (SC), após lesar quase 100 pessoas. Ele descobria as senhas dos clientes, entrava nos sites de bancos, que, na época, não tinham tantas ferramentas de segurança, e acessava as contas para realizar transferências.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 276 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal