Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

09/01/2012 - Yahoo Notícias / Agência O Globo Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fiscais do Ipem serão aperfeiçoados para vistoriar fraudes em postos de gasolina


RIO - O Instituto de Pesos e Medidas do Estado do Rio de Janeiro (Ipem/RJ) informou nesta segunda-feira que vai criar um setor de Perícia Técnica, formado por fiscais que atuam na área de Metrologia Legal do órgão, a partir da segunda quinzena de janeiro. O objetivo é facilitar a identificação de possíveis fraudes, principalmente, nas bombas de combustíveis. Segundo a presidente do Ipem, Soraya Santos, o órgão vem preparando sua equipe há um ano e meio para ações em conjunto com demais órgãos de defesa do consumidor, que também começarão a ser colocadas em prática.

- No ano passado o método utilizado para lesar o consumidor na hora do abastecimento, era uma caixa preta que ficava dentro da bomba de combustível e era acionada por controle remoto. Ela somente era detectada quando a bomba era totalmente desmontada. Porém, logo após sua descoberta, os fraudadores mudaram de tecnologia. Esse método era utilizado por uma oficina do Paraná que atuava aqui na cidade, fato comunicado ao Inmetro - explicou Soraya.

Postos de gasolina são flagrados furtando combustível no Rio

No domingo, o Fantástico, da TV Globo, mostrou que um sofisticado equipamento instalado em bombas de combustível vem enganando consumidores do Rio. A reportagem, que também passou por São Paulo e Curitiba, encontrou na cidade o pior caso: em um posto, não identificado pelo programa, o furto chegou a 12% do tanque de um carro popular - de um total de 50 litros de gasolina, seis não são fornecidos ao veículo. Um laboratório testou a quantidade e a qualidade do combustível de 11 postos do Rio, e em todos foram detectados problemas.

Para revelar a fraude, o Fantástico usou um tanque especial, transparente, na mala de um carro. Sem conhecimento do frentista, a gasolina usada para abastecer o veículo ia para este tanque, de 20 litros, aferido pelo Inmetro. O reservatório era, então, levado para o laboratório, que então media a quantidade em um outro recipiente, também dentro dos padrões do instituto. O máximo de erro permitido em lei é de cem mililitros para cima ou para baixo. Mas, no posto do Rio onde foi feito o maior flagrante, de 20 litros marcados na bomba, 2.410 não chegaram ao veículo da reportagem.

Em outro posto da cidade, de acordo com a reportagem, 2.310 mililitros de 20 litros foram furtados. Um repórter, já se identificando como da TV Globo, depois retornou aos dois locais e pediu que fosse feita e medição usando o recipiente do laboratório. Como a fraude é armada e desarmada por controle remoto, nas duas situações ela não voltou a ser detectada.

Placa diminui a pressão da bomba de combustível

O Fantástico mostrou que uma placa instalada dentro das bombas diminui a pressão do combustível, dando uma diferença na quantidade fornecida e a registrada pelo marcador do equipamento. A fraude é acionada por controle remoto, semelhante ao usado em sistemas de garagem.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 136 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal