Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

09/01/2012 - Plenário / FaxAju Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Fraude de R$ 1 Mi no Sergipe Previdencia


Departamento Especializado em Crimes Contra a Ordem Tributária e a Administração Pública (Deotap) descobriu um desvio de aproximadamente R$ 1 milhão nos cofres do Sergipe Previdência. A fraude ocorria através de recebimento de uma aposentadoria, de forma irregular, por parte da filha de um auditor fiscal aposentado, morto em 2003.

Levantamento da polícia apontou que Nadja Naíra Reis Sousa Vasconcelos, servidora do Tribunal de Contas do Estado, filha de Pedro Viera de Souza, auditor fiscal aposentado, recebia de aposentadoria cerca de R$ 15 mil, porém o pai teria morrido em 3 maio de 2003.

A polícia apurou que Nadja, mesmo com a declaração de óbito do pai, não registrou a morte na previdência do Estado e continuou recebendo o benefício, como se Pedro Vieira não tivesse falecido. “Para todos os efeitos Pedro continua vivo, pois o cartório de registro de óbito não entrou em contato com a previdência estadual”, disse a delegada Daniela Garcia.

Por meio de um recadastramento realizado pela previdência deram início a desconfiança quanto a ação de Nadja. A acusada teria levado um idoso, pré-nome João, morador da cidade de Nossa Senhora da Dores, para se passar como sendo seu pai.

“Foi tirada foto e ele assinou se passando por Pedro e realizando o recadastramento. Depois, o banco, solicitou a identidade de Pedro, por se tratar de um valor alto de movimentação, nesse caso, Nadja levou João ao Instituto de Identificação e tirou uma identidade falsa e continuou recebendo o benefício”, detalhou a delegada.

A previdência estadual recebeu a informação sobre o falecimento de Pedro Viera de Souza, mas não tinham como provar, foi quando foram iniciadas as diligências e foi conseguida a declaração de óbito de Pedro, comprovando que o mesmo foi enterrado no cemitério Santa Isabel, em Aracaju.

Segundo a delegada, outras diligências serão feitas para se chegar ao verdadeiro nome do João e se tem mais envolvidos que recebiam dinheiro do benefício. Estimativa da polícia é que Nadja tenha recebido ao longo de cerca de oito anos mais R$ 1 milhão de aposentadoria do seu falecido pai.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 156 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal