Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

10/01/2012 - Veja Online / EFE Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Olympus processa presidente e mais 18 executivos por fraude contábil


Tóquio, 10 jan (EFE).- A fabricante japonesa de máquinas fotográficas Olympus apresentou nesta terça-feira um processo contra 19 altos executivos da empresa, entre eles seu atual presidente, Shuichi Takayama, por sua suposta responsabilidade em uma fraude contábil.

A companhia, que apresentou o processo no tribunal do distrito de Tóquio, solicitará uma compensação de 3,61 bilhões de ienes (US$ 46, milhões) aos 19 executivos, entre eles o ex-presidente Tsuyoshi Kikukawa, informou nesta terça-feira a agência 'Kyodo'.

A Olympus tomou a decisão de processar os administradores, entre os quais também estão ex-diretores da empresa, após a conclusão do relatório sobre a investigação realizada por advogados da companhia depois da descoberta de perdas que haviam sido encobertas.

O caso remonta a outubro do ano passado, quando a demissão do então presidente Michael Woodford, o primeiro estrangeiro a assumir este cargo, revelou um caso de perdas encobertas em investimentos no valor de 117,7 bilhões de ienes (US$ 1,6 bilhão) desde a década de 90.

Segundo as investigações e as declarações do próprio Woodford, a firma teria 'maquiado' as perdas com a aquisição de pequenas empresas e pagamentos de comissões entre 2006 e 2008.

A tendência é que os altos executivos envolvidos no caso renunciem depois que da celebração de uma junta extraordinária de acionistas em março ou abril, detalhou a agência 'Kyodo'.

É muito provável que a Olympus escolha o sucessor de Takayama, que substituiu Woodford em outubro passado, entre três membros da junta diretiva que segundo a investigação não participaram do escândalo: Masataka Suzuki, Kazuhiro Watanabe e Shinichi Nishigaki.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 142 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal