Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

10/01/2012 - Bonde News Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Crimes cometidos por golpista podem superar R$ 10 mi


Após seis meses de investigações por parte de policiais do 10º Distrito Policial (Sítio Cercado), na segunda-feira (9), com o apoio de policiais da Diretoria Estadual de Investigação Criminal (Deic), foi realizada a Operação "Cracker", para cumprir Mandados de Busca e Apreensão em Curitiba e Florianópolis (SC) contra suspeitos de quebrar sistemas de segurança. Rodines Miranda Peres, 38 anos, foi preso suspeito de roubar senhas pessoais e praticar golpes nos dois Estados.

Rodines Miranda Peres é suspeito de praticar estelionato contra instituições bancárias e no comércio em Curitiba. Ele havia locado um apartamento em uma área nobre de Curitiba, por R$ 3 mil ao mês.

Ele é ainda considerado um dos primeiros "crackers" (termo usado para definir quem pratica a quebra de sistemas de segurança de forma ilegal) do Brasil, sendo suspeito de ter praticado crimes que ultrapassam R$ 10 milhões. Ele invadia o sistema de bancos e contas de pessoas, onde inseria Spywares (softwares-espião na tradução livre,) para obter dados sigilosos nos computadores das vítimas, como senhas bancárias e número de cartões de crédito.

Segundo o delegado do 10º Distrito, Francisco Caricati, suspeita-se que o dinheiro desviado tenha sido depositado em contas de "laranjas". Em Santa Catarina ele é investigado por possuir duas lojas em shoppings, uma construtora e uma mansão em Florianópolis.

Rodines responde a mais de 15 processos no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Distrito Federal, e ficará detido no Presídio Masculino de Florianópolis. Se necessário, será transferido para o presídio da capital paranaense.

As investigações continuam para apurar a participação de outros envolvidos. Quem reconhecer Rodinei ou foi vítima de golpes praticados por ele, entrar em contato com a delegacia pelos telefones (41) 3378-7056 e (41) 3378-8382.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 298 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal