Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


Acompanhe nosso Twitter

19/09/2007 - UOL Notícias Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

PF prende dez acusados de traficar drogas emagrecedoras


A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (19) dez pessoas, em três Estados (São Paulo, Roraima e Minas Gerais), durante a 'Operação Vênus', que investigava uma quadrilha internacional de tráfico de drogas emagrecedoras e lavagem de dinheiro.

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Federal em Belo Horizonte, a operação desarticulou a principal organização criminosa produtora das chamadas "pílulas brasileiras de emagrecimento" (remédio chamado Emagrecesim). O medicamento virou "febre" no mercado internacional, principalmente no norte-americano, onde um kit, suficiente para uso durante 45 dias, custava acima de US$ 200.

A chefe da quadrilha, que segundo as investigações é Claudina Rodrigues Bonfim, 37, está foragida. Em sua casa, em Belo Horizonte, foram apreendidos carros de luxo, obras de arte e documentação que comprova o tráfico de medicamentos. Durante a operação, a polícia apreendeu também 4.000 frascos de anfetamina em São Paulo.

O Emagrecesim não tem a devida autorização dos órgãos sanitários competentes e era vendido como se fosse um produto fitoterápico, 100% natural, quando, na realidade, contém em sua composição substâncias psicotrópicas e anorexígenas, causadoras de dependência física e psíquica.

Segundo a polícia, os remédios eram exportados para os Estados Unidos, Venezuela, República Dominicana, Panamá e outros países. As investigações começaram a pelo menos cinco meses, com informações da PF e da Superintendência de Vigilância Sanitária Estadual de Minas Gerais.

Para a operação, foram expedidos 11 mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão pela Justiça Federal (4ª Vara Federal de Belo Horizonte/MG).

O nome da operação fez alusão à deusa romana da beleza, já que os presos pertenciam a uma quadrilha que realizava a produção e exportação de medicamento ilícito, anunciado como verdadeira 'fórmula milagrosa' para emagrecer, apto a garantir aos usuários a obtenção de um corpo perfeito.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 352 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2016 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal