Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

27/12/2011 - G1 Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Polícia investiga, no ES, desvio milionário em contas na Paraíba

Por: Amanda Monteiro e Bruno Faustino

Segundo Nuroc, alvo eram contas judiciais de pagamento de precatórios. Grupo tentou a transferência eletrônica de aproximadamente R$ 3 milhões.

Um grupo é investigado por tentar desviar aproximadamente R$ 3 milhões de duas contas judiciais de pagamento de precatórios do Banco do Brasil de João Pessoa, na Paraíba. O Núcleo de Repressão às Organizações Criminosas e à Corrupção (Nuroc) cumpriu mandados de busca e apreensão em seis endereços do Espírito Santo, em Vitória, Vila Velha, Marataízes e Cachoeiro de Itapemirim, na manhã desta terça-feira (27).

O delegado Jordano Bruno Leite afirma que a quadrilha contava com a ajuda de uma funcionária do banco. A investigação partiu de denúncias que dão conta que indivíduos pretendiam fazer transferências bancárias de altas quantias depositadas em contas que recebem depósitos determinados pela Justiça para o pagamento de precatórios, que são as dívidas do governo com servidores públicos.

No dia 6 de dezembro, os policiais verificaram que os investigados tentaram efetuar a transferência eletrônica. O núcleo cumpriu mandado de busca e apreensão em uma residência em Marataízes, no Sul do estado. No local, encontraram duas telas de computador privativas do Banco do Brasil, contendo informações bancárias das contas de onde seriam transferidos os valores de R$ 2.043.810,58 e R$ 912.238,72.

Também foi apreendido um extrato bancário de uma conta do Banco do Brasil em que se encontraria depositado quase R$ 500 milhões. Segundo o Nuroc, a quadrilha já planejava efetuar o desvio da quantia depositada nessa conta. O delegado Jordano Bruno Leite afirma que a conta bancária já foi alvo de tentativa de desvio por parte de diversas quadrilhas de outros estados.

Segundo o Nuroc, entre os investigados por envolvimento no esquema estão um funcionário do Banco do Brasil e um policial, além de um bacharel em Direito, uma esteticista e empresários. Até agora, ninguém foi preso.

Banco do Brasil

Segundo o Branco do Brasil, não houve nenhuma fraude consumada e ainda não é possível confirmar se houve mesmo o envolvimento de funcionário do banco. O BB afirma que vai colaborar com as investigações e é o maior interessado em esclarecer os fatos.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 197 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal