Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

23/12/2011 - odiario.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Vítima ajuda polícia a prender estelionatário

Por: Roberto Silva


Suspeito de integrar uma quadrilha especializada no chamado "golpe do chute", Mauro Vasconcellos, 61 anos, de Arapongas, foi preso na tarde de ontem por agentes da Delegacia de Estelionato de Maringá. A prisão aconteceu no estacionamento do Aeroporto Regional Silvo Name Júnior, no momento em que o suspeito se preparava para se encontrar com uma suposta vítima.

De acordo com o delegado Paulo Cezar da Silva, o golpe começou a ser aplicado em São Paulo (SP), depois de um empresário interessado em abrir uma revenda de perfumes importados se cadastrar em diversos sites de busca de informações sobre produtos, preços e formas de pagamento. De forma ainda desconhecida, uma quadrilha teve acesso a um dos cadastros e manteve contato com o empresário, oferecendo a ele um lote de perfumes, supostamente apreendidos pela Receita Federal, pela metade do valor de mercado.

Após receber cópias de documentos que comprovariam a existência da mercadorias, o empresário viajou, em novembro passado, a Maringá, e entregou R$ 36 mil à quadrilha, que desapareceu sem deixar pistas. Após o golpe, o empresário retornou para São Paulo e registrou queixa numa delegacia da capital.

Decidido a investigar o crime por conta própria, o empresário voltou a fazer cadastros em outros sites, desta vez com dados pessoais falsos, em busca de lotes de celulares e materiais de informática. Dias depois, ele voltou a ser procurado pela quadrilha, que oferecia as mercadorias a preços irrisórios.

Após combinar um novo encontro em Maringá, o empresário comunicou a Delegacia de Estelionato. Preso quando se preparava para deixar o aeroporto, Vasconcellos foi reconhecido pelo empresário, mas negou ter participado do golpe. Apesar da negativa, ele foi autuado por estelionato e formação de quadrilha.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 551 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal