Monitor das Fraudes - O primeiro site lusófono sobre combate a fraudes, lavagem de dinheiro e corrupção
Monitor das Fraudes

>> Visite o resto do site e leia nossas matérias <<

CLIPPING DE NOTÍCIAS


ÚLTIMOS TREINAMENTOS DE 2017 SOBRE FRAUDES e DOCUMENTOSCOPIA

Veja aqui a programação dos últimos treinamentos sobre Falsificações e Fraudes Documentais (16/11) e sobre Prevenção e Combate a Fraudes em Empresas (30/11).

Acompanhe nosso Twitter

15/12/2011 - odiario.com Escrever Comentário Enviar Notícia por e-mail Feed RSS

Operação Bucaneiro apreende mais de cem mil peças falsificadas de vestuário em Apucarana

Por: Larissa Ayumi Sato


Uma operação conjunta entre a Delegacia de Crimes contra a Economia e Proteção ao Consumidor (Delcon) de Curitiba e a 17ª Subdivisão de Polícia Civil (SDP) em Apucarana (a 65 km de Maringá) prendeu oito pessoas e aprendeu mais de cem mil peças falsificadas de vestuário na quarta-feira (14).

A ação teve apoio das SDPs de Maringá, Londrina e Paranavaí) e do Núcleo de Repressão a Crimes Econômicos (Nurce de Maringá), todas unidades da Polícia Civil do Paraná, para cumprir 29 mandados de busca e apreensão nas empresas e residências investigadas, expedidos pela 2ª vara criminal de Apucarana, no sentido de localizar e apreender material falsificado e eventuais outros objetos utilizados na prática criminosa.

Conforme o delegado da Delcon, Jairo Estorilio, ao final da operação, foram apreendidos mais de cem mil peças de vestuário entre calças, camisetas e bonés, de diversas marcas conhecidas no mercado produzidas de forma clandestina, bem como foram detidos oito proprietários destes estabelecimentos que estão a disposição da justiça.

O desenvolvimento da operação foi acompanhado pelo Judiciário e Ministério Público locais. Os proprietários das empresas onde foram localizados os produtos de vestuário falsificados serão responsabilizados pelo seguintes crimes: artigo 189 da Lei 9.279 de 1996 (crimes contra as marcas) e Lei 8.137 de 1990 (crimes contra a Ordem Tributária) e estão sujeitos a penas que variam entre um e cinco anos de detenção.

A Polícia Civil informou que as investigações se iniciaram no último mês de junho, para apurar a falsificação de marcas em larga escala que se noticia a nível nacional e que estaria ocorrendo em Apucarana. A Polícia Civil confirmou as denúncias, comprovando que vem ocorrendo a fabricação de produtos sem autorização do detentor das marcas caracterizando "pirataria" no ramo de vestuário, principalmente bonés.

"Importante ressaltar que recebemos das principais empresas detentoras das marcas falsificadas requerimentos solicitando apuração das denúncias de falsificação no Estado do Paraná", explica o delegado da Delcon.

Nesta quinta-feira (15), as ações continuam para investigar a saída destes produtos em caminhões fechados, com algumas abordagens na região, segundo Estorilio. Anteriormente, o transporte dessas mercadorias era feito em ônibus.

"Pedimos para que se a população souber de alguma informação, que denuncie à Polícia Civil em Apucarana, que os dados serão repassados a nós e investigados", afirma. O telefone da 17ª SDP é o (43) 3422-0525.

Página principal do Clipping   Escreva um Comentário   Enviar Notícia por e-mail a um Amigo
Notícia lida 166 vezes




Comentários


Nenhum comentário até o momento

Seja o primeiro a escrever um Comentário


O artigo aqui reproduzido é de exclusiva responsabilidade do relativo autor e/ou do órgão de imprensa que o publicou (indicados na topo da página) e que detém todos os direitos. Os comentários publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores. O site "Monitor das Fraudes" e seus administradores, autores e demais colaboradores, não avalizam as informações contidas neste artigo e/ou nos comentários publicados, nem se responsabilizam por elas.


Patrocínios




NSC / LSI
Copyright © 1999-2017 - Todos os direitos reservados. Eventos | Humor | Mapa do Site | Contatos | Aviso Legal | Principal